Cidadeverde.com
Universo Acessível

Acessibilidade - Onde anda você?

Migalhas de Acessibilidade

O Decreto federal 5.296 de 02 de dezembro de 2004 determina a acessibilidade em prédios públicos ou privados de uso público, onze anos se passaram e a realidade pouco mudou ainda vivenciamos constrangimentos diários e o mais agravante os proprietários e muitos gestores ainda tratam a questão sem nenhuma prioridade.

Ontem tive que retornar a um cartório onde há seis anos denunciei, não apenas pela falta de acessibilidade, apesar de ter sido atendida na calçada, pois os degraus impediam de um cadeirante entrar no local, então pedi que a responsável viesse dar uma previsão de quando faria as modificações, e ela indiferente disse que não tinha previsão alguma, indignada denunciei a imprensa, e ao poder judiciário que é quem fiscaliza os serviços prestados pelos cartórios. A mudança ocorreu de forma rápida e célere, banheiro acessível e rampas de acesso.

Depois dessas reformas nunca mais voltei, hoje retornei para cuidar de uns documentos pessoais, e tive a infeliz surpresa, muito precisa mudar ainda, os balcões estão altos e as rampas íngremes demais impedem a autonomia, e ainda oferece perigo. Pedi que a gerente de atendimento anotasse as modificações, e providenciasse o mais breve possível.

O que me causa tristeza é o fato dos profissionais envolvidos arquitetos e engenheiros não sejam capazes de aplicar corretamente os padrões corretos acessíveis, aqui abro um parênteses porque existem profissionais corretos comprometidos com a inclusão. Ser atendida num balcão dessa altura traz um constrangimento muito grande, só quem passa sabe, pagamos os mesmos tributos, e quanto a isso faço questão, e portanto temos que ser tratados como qualquer cliente com respeito e presteza.

Bem, é isso aí vamos continuar fazendo esse trabalho de formiguinha, legislação existe, basta exigirmos que seja aplicada e caso contrário denunciarmos aos órgãos competentes. Quem sabe um dia tenhamos um país plenamente inclusivo.