Cidadeverde.com

Alimentação saudável reduz complicações após cirurgias plásticas

O êxito de um procedimento cirúrgico estético não depende apenas do cirurgião plástico e das técnicas envolvidas durante a operação. Para que o resultado seja satisfatório, é fundamental que o paciente siga à risca as recomendações durante o pós-operatório. De acordo com o cirurgião plástico William Machado, a alimentação é um dos fatores mais importantes após a cirurgia. “Ter uma alimentação saudável, transformando a dieta em rotina, contribui para que as cirurgias ocorram com mais segurança e o pós-operatório seja mais tranquilo”, explica.

Para reduzir o inchaço causado pela cirurgia e compensar a perda de líquidos, é essencial consumir bastante água, sucos naturais, chá gelados e água de coco. A ingestão das fibras presentes na aveia, no arroz integral, cereais, chia e linhaça são importantes para a digestão, que costuma ficar mais lenta durante o período de repouso. Além desses produtos, o iogurte e o ovo também estão liberados, uma vez que, um equilibra a flora intestinal e o outro é uma importante fonte de proteína. Dentre os alimentos que contém gordura, estão permitidos o que são ricos em ômega 3, como os peixes. Os óleos vegetais ajudam na cicatrização e protegem contra as inflamações, assim como o feijão, a lentilha e a ervilha, que são ricos em ferro.

Dr. William Machado, cirurgião plástico

O médico William Machado também recomenda que gorduras saturadas, o açúcar refinado e produtos industrializados devem ser cortados do cardápio diário durante o período de pós-operatório. “Refrigerantes, biscoitos, frituras e carnes gordas interferem no bom funcionamento do sistema imunológico e, por consequentemente, na cicatrização. Estes tipos de alimentos devem ser evitados para que não haja nenhuma complicação após a intervenção”, conclui o cirurgião plástico.