Cidadeverde.com

HBO MAX: Série vai relembrar caso Daniella Perez

11 de agosto de 2021. Glória Perez homenageia sua filha Daniella. Fonte: Instagram

Alguns episódios acontecem e custamos a acreditar que são reais por vários motivos. Seja por contrariar a ordem naturais dos fatos, outros por incredulidade mesmo e mais outros pela mais clara incompreensão sobre a violência envolvida. Difícil entender ou aceitar, mesmo sabendo que o mundo é inacreditável.

E vamos nos confrontar com mais desses episódios.

Em breve teremos uma série documental em cinco capítulos que irá relembrar o assassinato de Daniella Perez. A atriz foi morta por Guilherme de Pádua, parceiro de atuação na novela 'De Corpo e Alma', juntamente com sua então esposa Paula Thomaz. Daniella tinha apenas 22 anos.
 
A série está em produção pela HBO MAX, contará com o depoimento de Glória Perez e ainda não tem data de estreia.

Crimes como esse chocam o país para além da brutalidade porque possuem uma representação diante do envolvimento de pessoas bastante conhecidas. Esse envolvimento causa um nível forte de aproximação de todos. E leve em consideração que as novelas da Globo atingem quase a totalidade dos lares brasileiros.

Daniella Perez e sua mãe Glória Perez. Fonte: Instagram

Temos visto cada vez mais produções audiovisuais dedicadas a contar histórias de investigações e desfechos ligados aos mais diversos crimes. E bem diferentes do dia-a-dia dos programas policialescos, com precisão e seriedade, respeito e ética. Nada do sensacionalismo ignorante espalhado durante o café e o almoço da população.

O assustador “Bandidos na TV”, o recente “Elize Matsunaga – Era Uma Vez Um crime” e “Em Nome de Deus”, sobre o suposto médium João de Deus são exemplos no Brasil e “O Desaparecimento de Madeleine McCann”, “Night Stalker” e “Condenados Pela Mídia” são exemplos estrangeiros. Em comum, todas são produções com alto padrão ético.

Não dá para naturalizar o ditado popular “só quem perde é quem morre”, ainda que a frase insista em fazer sentido.

Assistir séries documentais como a que veremos sobre Daniella Perez apresenta uma questão de ordem: não podemos mais tolerar a impunidade. (HD)