Cidadeverde.com

"Certas coisas, certas verdades, exigem um canalha para dizê-las"

Como prometido, aqui está Nelson. Ele diria: 'Promessa é dúvida'. Foto: HD

Olá... Que tal mais uma sopa de letrinhas com gosto de feijoada num fim de semana qualquer na tradicional casa brasileira?

Comecei a semana com alguns aforismos (veja a coluna de segunda!) numa tentativa de evocar a coragem e o altruísmo do herói silencioso em cada um de nós pra fazer sentir no vilão, o abusado e certeiro golpe secreto na disputa final.

Termino a semana cumprindo o que prometi: falar de Nelson Rodrigues.

E esse por experiência e talento conhecia a alma do brasileiro médio (E somos muitos, hã?)

Me diga... Um frasista pode ser compreendido por suas frases lapidares? Respondo: Sim e não.

Uma pergunta simples com uma resposta confusa. Assim pode ser o conjunto de conhecimento que leva à compreensão, porque o mínimo exigido é paciência e dedicação.

Quando li eu tinha 20 e poucos anos... Quer saber? Nelson fez mais sentido depois dos 30. Foto: HD 

No caso exato desse pernambucano carioquíssimo, seus ditados retumbantes fazem parte da fauna de seus escritos como dramaturgo, cronista ou jornalista.

Portanto não consigo defini-lo com um simples “sim” ou “não”, pois sempre podemos estar lendo algo dito por ele ou dito por algum de seus personagens.

É fácil esconder ou disfarçar o que sentimos ou o que pensamos nas nossas intenções. E quando fazemos isso através da dramaturgia como Nelson fazia, conquistamos toda licença necessária para empalidecer Juca Chaves ou o Marquês de Sade.

Suponho que assim seja Nelson.

Ainda que em grande medida – e em defesa do ausente - somos todos como os nossos personagens: doentes psicossomáticos com múltiplas personalidades.

Se eu pudesse (e posso!) dar outra dica de um dos melhores, seria esse. Baita aula de escrita e sensibilidade. Foto: HD 

E quando se fala do grande frasista Nelson Rodrigues é bom que se tome uma boa dose de cautela. Como diz André Seffrim na apresentação de "Só Os Profetas Exergam O Óbvio", as frases de Nelson são "frases-criaturas".

Ainda segundo ele, “exata, inapelável e assassina” são definições que caracterizam o dito rodrigueano.

O uso do termo ‘inapelável’ já demonstra esse beco intelectual e irreversível de onde saem suas divertidas, impactantes e geniais frases.

Baseado na obra de Nelson e lançado em 2015, o título do filme já escancarra uma verdade? Cartaz: Divulgação

Em nome da liberdade, agredimos a liberdade” 

Hoje em dia, qualquer jumento nosso tem charme de puro-sangue

"No Brasil, há platéia pra tudo, e o brasileiro é, por vocação, platéia"

"O marido não deve ser o último a saber. O marido não deve saber nunca!"

Vejo e ouço analistas dizendo que se estivesse vivo, provavelmente seria cancelado. Pode ser que sim...

Mas o passeio no parque da vida com Nelson Rodrigues é incancelável. (HD)