Cidadeverde.com

A sequência sensacional de 'Ghostbusters' e 'Eternos', uma ficção científica disfarçada de filme de herói

Egon, Winston, Pete e Ray: Respeito e emoção nível máximo aos originais. Imagem: Divulgação

Num tem erro, tá? Pode confiar nas minhas palavras. Não tenho a verdade, mas tenho a razão.

As dicas de hoje são só diversão e emoção (Rimou, né?). Se não forem, podem me “caçar eternamente”.

Ghostbusters: After Life (Now; Looke; AppleTV) – Uma verdadeira aventura e uma grande homenagem ao 'Caça-Fantasmas' original de 1984.

Essa sequência é absolutamete divertida e emocionante. Como disse Boscov, "filme-delícia". Cartaz: Divulgação

Aperte o botão da suspensão da descrença e se emocione com uma história que faz um gancho potente e criativo com as histórias dos dois primeiros filmes (mas se você não assistiu não tem problema, tá tudo explicado).

Netos de um dos caça-fantasmas originais devem combater uma entidade que quer voltar e encher a terra de espíritos malignos.

A relação passado/presente é fundamental para dar liga e consistência para essa nova sequência. Ação, surpresas, risos e emoções estão bem colocados ao longo do filme.

Nostalgia e a memória afetiva entram sem pedir licença. Basta apertar o play.

Eternos (Disney+) – Suponho que se levar ao pé da letra os personagens, não chamaria de filme de super herói como muitos falam. Chamaria de epopeia mitológica.

Mitologia, ficção científica e cosmologia num caldeirão cheio de ação. Imagem: Divulgação

São personagens de quadrinhos criados por Jack Kirby que estrearam nas HQs em 1976 e agora recebem seu próprio filme.

Uma verdadeira cosmologia que abrange o místico e divino de deferentes mitologias. Pra mim um épico de ficção científica com ótimas cenas de ação, inspirações shakespearianas e algo bem diversificado do universo dos super heróis.

Eternos: O traço inconfundível de Kirby. Uma adaptação bem diferente do que se viu até aqui. Arte: Jack Kirby

Um super grupo de seres criados por entidades divinas estão na terra para lutar sua batalha mais difícil: proteger os humanos.

Poderíamos sim ter um filme com menor duração, mas essa escolha narrativa não afasta o fascínio. (HD)