Cidadeverde.com
Bicharada

Creche em Teresina faz formatura para pets

  • creche4.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • creche3.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • f8.jpg
  • f7.jpg
  • f6.jpg
  • f5.jpg
  • f4.jpg
  • f3.jpg
  • f2.jpg
  • f1.jpg
  • f.jpg

Por Graciane Sousa
[email protected]

Uma creche para pets na zona Leste de Teresina resolveu inovar ao fazer uma formatura para os cãezinhos que concluíram o ano letivo e foram excelentes alunos. A cerimônia contou com capelo e até um canudo para os formandos 2019 registrarem o momento que marca um novo ciclo. 

Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com

Ao todo, 34 pets participaram da formatura. A empresária Dayani Macedo, proprietária da creche para pets, conta que os formandos estão matriculados desde o início do ano. 

"Fizemos uma mesinha "formandos 2019" para comemorar o ano que esses pets passaram conosco. Cada um tira uma fotinha na mesa e ganha um canudo com uma mensagem para o tutor falando sobre a evolução do pet na creche, a questão da presença, como tem se comportado, o que o pet pode melhorar. É uma avaliação do ano letivo", conta a empresária. 

No boletim dos alunos, as notas variam de 1 a 5 que é a pontuação máxima.

Na creche, os alunos pets são divididos por matilhas. Cada cãozinho que é matriculado passa por uma avaliação para ver em qual turma cursará o ano. "Ele passando na avaliação já começa a fazer atividades na matilha formada", explica Macedo.


MELHORES ALUNAS

Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com

Meg e Lola foram as melhores alunas da classe. A mãe Priscila Maia Dias diz que é muito coruja e que suas filhas de quatro patas sempre dão orgulho. 

"Saber que elas foram as melhores alunas me deixou muito mais feliz. A equipe da creche é maravilhosa e também faz parte do sucesso das meninas. Elas são muito engraçadas, inteligentes, amorosas, apaixonantes", disse a mãe da Meg e Lola. 

Deixando um pouquinho a corujice de lado, Priscila conta que desde que as filhas passaram a frequentar a creche, a socialização delas com os demais pets foi o que mais surpreendeu. 

"A Meg sempre estranhava outras pessoas e animais. Meu maior objetivo era a socialização delas, que pudessem viver em matilha com outros cães,  brincarem à vontade e, consequentemente, serem mais felizes. Elas se tornaram mais espertas, sociáveis e felizes. Hoje ela quase não estranha mais", contou a mãe sobre os progresso de Meg, uma cadela SRD, e Lola, uma golden retriever. As irmãs frequentam a creche três vezes por semana durante todo o dia. 

Como em toda escola há aluno que não conseguiu atingir a meta para passar de ano. Mas a proprietária da creche logo explica que o doguinho ficou reprovado por falta.  "Ele tinha nota, mas não tinha presença". 

Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com


CRECHE PARA PETS

Dayani Macedo conta que a creche para pets existe há cerca de um ano e chegou a Teresina como um ramo diferenciado no segmento de hotelaria. Além de creche, o espaço funciona também como hotel para cães.

"A gente trabalha com atividades, enriquecimento ambiental em um espaço adequado para que os doguinhos possam brincar. É uma opção também para quando os tutores viajam. A gente passa 24 horas com eles, não ficam nem um minuto sozinhos. Temos equipes com funcionários e veterinário", disse a empresária. 

Ela explica ainda que durante todo o ano são realizadas festas temáticas para cães e tutores. Em dezembro, por exemplo, além da formatura foi realizada uma "cãofraternização" com direito a várias guloseimas pets e até Papai Noel . 

"Sempre procuramos reunir todo mundo: pets e seus donos em momentos de confraternização. É um trabalho muito prazeroso e é dedicação integral. Além da creche, passamos a fazer banho e tosa aqui também e para 2020 teremos mais novidades. Existe muito mercado aqui em Teresina nessa área pet", concluiu Dayani Macedo.