Cidadeverde.com
Bicharada

Cresce número de escorpiões com o fim das chuvas e forte calor

Por Graciane Sousa
[email protected]

É só o período chuvoso ir embora e o tempo começar a esquentar que os temidos escorpiões voltam. O animal é considerado peçonhento, pois possui veneno que é inoculado através do ferrão. A pessoa, geralmente, é picada quando pressiona o corpo contra o escorpião, pois é uma forma de defesa do bicho. Esta semana, uma modelo de 17 anos morreu no Piauí após ser picada por um escorpião.

Francisco Soares, professor e biólogo com Mestrado e Doutorado em Botânica, explica que o surgimento dos escorpiões tem relação com o fim do período chuvoso.

"Com o o final do período chuvoso e inicio do periodo de calor, eles aumentam sua atividade biológica. Geralmente são encontrados sob pedras ou folhas. Então, as pessoas devem evitar andar descalças e não procurar estes locais. Mãos e pés são locais mais suscetíveis para ação do veneno. A melhor forma de evitar ser picada é não ir nos locais onde comumente aparecem", orienta o professor. 

Além disso, para afastar o animal peçonhento, deve-se manter o ambiente ao redor da casa sempre limpo. Outro cuidado importante é verificar calçados e roupas antes de usa-los, bem como fechar frestas nas paredes, móveis e rodapés para que não sirvam de esconderijo. Os escorpiões gostam de locais escuros e se alimentam de insetos, como baratas. 

O professor recomenda também que, antes de dormir, as pessoas verifiquem lençóis, travesseiros e redes. Ele alerta que nunca se deve tentar pegar o escorpião com a mão, mas tentar afastá-lo com algum objeto. 

Em caso de picada, não mate o animal. Coloque-o dentro de um frasco com tampa e procure imeditamente uma unidade de saúde para avaliação médica levando o bicho, se possível, para identificação da espécie e tratamento adequado. Geralmente, o paciente é medicado com soro que neutraliza o veneno. 

O quadro clínico do envenenamento pode variar, pois depende de diversos fatores como a espécie do escorpião, a quantidade de veneno inoculado, a idade e a massa corpórea da vítima, sendo crianças e idosos, o grupo mais vulnerável, devido ao sistema imunológico. O veneno do escorpião compromete o sistema respiratório e cardíaco e causa muita dor. 

Dados do Ministério da Saúde revelam que foram registrados 2.819 acidentes com escorpião no Piauí em 2018.