Cidadeverde.com
Bicharada

Comerciante suspeita de envenenar cães é liberada na Central de Flagrantes

Fotos: Divulgação/PC

Frascos com venenos encontrados na casa da comerciante

A comerciante conduzida pela Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, nesta sexta-feira(21), suspeita de envenenar pelo menos quatro animais em Teresina, não foi autuada em flagrante pelo delegado de plantão na Central de Flagrantes. 

Ao cumprir mandados de busca e apreensão na residência dela, policiais encontraram três frascos de veneno, sendo dois conhecidos popularmente como milgatos ou chumbinho. 

Apesar da não autuação, a delegada titular da especializada, Edenilza Viana, informou que um inquérito policial foi instaurado e o material apreendido será encaminhado para à perícia, 

“O delegado tomou a decisão de não lavrar o flagrante. Mas, o IP (inquérito policial) foi instaurado e está aguardando os laudos perícias do toxicológico e do veneno”, afirmou a delegada ao Cidadeverde. 

Ela disse que já havia solicitado a prisão da mulher, mas a justiça indeferiu. A delegada não quis confirmar se pedirá novamente a prisão. 

O Cidadeverde.com tentou contato com o delegado Tomaz Aquino da Central de Flagrantes, quem atendeu a ocorrência, mas não obteve resposta até o momento. 

Entenda o caso

Quatro cachorros morreram supostamente por envenenamento em menos de 24 horas. Eles pertencem à estudante de veterinária Thanandra Stefani que é vizinha da comerciante, suspeita do crime. A delegacia de Proteção ao Meio Ambiente acompanha o caso desde maio, quando um cachorro da estudante teria sido morto a pauladas. 

 

Caroline Oliveira
[email protected]