Cidadeverde.com
Bicharada

Vídeo: visivelmente mais gordo, tatu-peba que caiu em poço no Piauí é solto

O tatu-peba foi batizado de Zé Carlos e aparece visivelmente mais gordo no antes e depois (Foto: Rômulo Maia)

Por Graciane Sousa
[email protected]

O tatu-peba resgatado em um poço na cidade de Pio IX, no interior do Piauí, após dias sem comida e sem água, foi solto na natureza.  Zé Carlos voltou ao seu habitat natural e o que mais chamou a atenção foi a forma física do bicho que estava visivelmente mais gordinho. 

O resgate foi feito pelo dentista Rômulo Maia que improvisou um lar temporário em uma caixa d'água para a recuperação do tatu-peba, animal bastante visado por caçadores na região. 

 

Zé Carlos foi restagado após dias em poço cacimbão sem água e sem comida (Foto: Rômulo Maia)

Após 18 dias com comida e água fresquinha, Zé Carlos foi solto e achou logo uma toca e fechou a entrada. A soltura foi gravada por Rômulo que há algum tempo já cultiva um cantinho de preservação em sua fazenda. 

"O Zé Carlos adorava comer feijão e caju e dormia enterrado. É um animal muito dócil. Pra mim, a definição de felicidade está em momentos assim. Deixa o coração quentinho ajudar a reabilitar um animal e devolver sua liberdade. Ver ele farejando o caminho de casa e correndo pra toca sem titubear foi emocionante. Muitos me aconselharam a mantê-lo preso. Outros que matasse pra comer. Gente insensível, que vê num animal tão belo um objeto de apreciação ou uma iguaria. Bicho é pra viver e viver em liberdade", disse Rômulo Maia.