Cidadeverde.com
Bicharada

Polícia cumpre mandado e prende suspeita em morte de sete filhotes

Uma mulher investigada pela morte de sete cães em Teresina foi presa nesta segunda-feira (09) em cumprimento a mandado judicial expedido pelo juiz Luís Henrique Moreira Rêgo, da Central de Inquéritos. O inquérito policial é da  Delegacia de Proteção Ao Meio Ambiente (DPMA). A titular da especializada, delegada Edenilza Viana, explica que pediu a prisão com base no depoimento de testemunhas e vídeos. A suspeita é que os filhotes, com poucos dias de vida, tenham morrido após serem abandonados ao sol. Vídeo mostra os filhotes agonizando enquanto a mulher estava dentro de casa. 

Vídeo mostra filhotes agonizando sob sol forte

O caso ocorreu há um mês no bairro Buenos Aires, zona Norte de Teresina. A mulher- que trabalha como serviços gerais- já havia sido intimada, mas não compareceu. 

Vídeo mostra resgate da cadela, um filhote vivo e os demais mortos

Hoje ela foi presa em cumprimento a mandado de prisão preventiva, o primeiro após mudança na lei de Crimes Ambientais que aumentou a pena para quem maltratar cão ou gato. 

Delegada Edenilza Viana, titular da DPMA (Foto: Graciane Sousa)

"A morte dos filhotes foi presenciada por vizinhos que reiteraram que essa não teria sido a primeira vez. Estamos aguardando o resultado do exame cadáverico para comprovar se os cães morreram de desidratação porque foram expostos a altas temperaturas no sol. Mas a causa da morte deles não muda a situação, pois o dolo está bem caracterizado, uma vez que os filhotes morreram no quintal dela que não tomou nenhuma atitude", explica a titular da DPMA. 

A mulher prestou depoimento e alegou, entre outros, que os cães morreram porque a cadela não tinha leite e que não era tutora do animal. Ela foi encaminhada à Central de Flagrantes de Teresina e será levada para audiência de custódia.