Cidadeverde.com

Gato mais velho do mundo morre aos 30 anos após entrar para o Guinness Book

           Foto: Livro Guinness dos Recordes

Um siamês que acabou de ser reconhecido pelo Guinness Book como o gato mais velho do mundo morreu aos 30 anos. De acordo com sua dona, Gail Floyd, de Mansfield, Texas, Scooter morreu logo que teve o recorde de longevidade certificado em 8 de abril.

A veterinária Tricia Latimer disse que Scooter viveu o equivalente a 136 anos humanos. Para Gail Floyd, o segredo da longa vida foi ter mantido seu gato ativo e feliz. O animal viajava muito com sua dona e chegou a conhecer 45 dos 50 estados americanos.

O Guinness Book divulgou, na última terça-feira, que havia reconhecido Scooter como o gato mais velho do mundo. Ele completou 30 anos em 26 de março. Segundo a instituição, o animal era "ativo, cheio de energia e brincalhão".

Apesar de ter vivido 30 anos e ter quebrado um recorde, Scooter não foi o gato que mais tempo viveu. Esse título pertencia a Crème Puff, que morreu aos 38 anos e três dias.

 

bicharada@cidadeverde.com
Com informações Extra Globo