Cidadeverde.com

Novo vídeo mostra que gorila morto em zoo aparentava cuidar da criança

Talvez você já esteja acompanhando a história do gorila que foi morto após uma criança entrar em sua jaula no zoológico de Cincinnati, nos Estados Unidos. O gorila Harambe tinha 17 anos e pesava 180 quilos. Ele estava em seu habitat quando o menino invadiu o local enquanto a mãe estava distraída.

O diretor do jardim zoológico optou por abatê-lo para evitar que o menino fosse tratado como presa. Apesar disso, as imagens de um novo vídeo divulgado mostram uma reação bem diferente do animal, que teria arrastado o menino por um pequeno trecho e depois dado as mãos a ele, em sinal de conforto.

A divulgação da gravação amadora deixou todo mundo com a dúvida: será que o menino estava sendo tratado pelo gorila como presa ou como cria?

A morte do animal já está gerando polêmica sobre os culpados pelo caso. Muitas pessoas acreditam que o menino não estava correndo risco, já que os gorilas costumam ser animais pacíficos. A organização PETA, que luta pelos direitos dos animais, criticou a falta de uma segunda barreira em torno do animal, o que poderia ter evitado o incidente. Há também quem culpe os pais do menino pelo descuido: uma petição com mais de 300 mil assinaturas pede que os pais sejam responsabilizados por negligência.

Independente dos culpados pela morte do animal, fica claro que o gorila só estava sendo… gorila!

Com informações Hypeness
bicharada@cidadeverde.com