Cidadeverde.com

Donos usam web para arranjar "namorados" para seus pets

Por Graciane Sousa

E para quem pensa que só entre humanos é difícil encontrar a sua cara metade...a realidade não é bem assim. Neste domingo (12) dia dos namorados, o post do blog é sobre os perrrengues que muitos animais passam para achar sua alma gêmea. Sinceramente, difícil de entender como criaturinhas tão fofas ainda estão sozinhas.

Esses bichinhos- que vamos contar suas histórias- moram em Teresina e têm a sorte de terem donos muito antenados e que resolveram buscar na internet a outra metade da laranja de seus pets.  Eles recorreram  a um a site para encontrar um namorado para os bichanos.

O Max é um cãozinho da raça poodle e tem dois anos de idade. O dono dele, Alex Cavalcante, disse que copiou a idéia de colocar o cão na rede após ter visto anúncios semelhantes.

"Não é fácil arrumar namorada para o Max porque não conheço ninguém que tenha a mesma raça. Ele nunca namorou só teve um caso de um dia e por isso resolvi apelar para as redes sociais", disse Cavalcante. O sorriso é a arma de sedução de Max.

Já a madrinha do pinscher Montanha (que de grande mesmo não tem nada) conta que o tamanho do bichinho é o principal problema para ele estar na solidão.

"Ele ainda é virgem e estou justamente procurando a primeira namorada dele. O Montanha tem um ano e cinco meses e 30 centímetros de altura em pé. Ele é bem pequeno e por isso está tão difícil arranjar alguém), disse Milena  Kelly, madrinha do cãozinho.

Para seduzir, Montanha usa como ferramentas o charme, inteligência e a beleza. "Ele é esperto, supereducado e adora passear na Potycabana aos fins de semana", reitera Milena acrescentando também que o bichinho não é muito exigente e quer apenas uma parceira que seja da mesma raça, vacinada e do mesmo porte físico.

Já Maitê- uma gata persa- tem um ano e quatro meses e também nunca se relacionou. O dono dela confessa que a razão da gatinha estar tanto tempo sozinha foi o ciúmes.

"Eu não queria que ela cruzasse...tinha ciúmes. Agora ela já está mocinha e na hora de entregá-la para o mundo", disse aos risos o empresário Alaiel Moura.

Ele conta que, em 24h após aparecer na web, a gatinha conseguiu um pretendente. A parte triste da história é que o futuro ex-namorado não apareceu.

"O pretendente foi quem perdeu, pois a Maitê é uma gata. Ela estava preparada para o encontro, mas não deu certo. Agora vamos escolher outro. Está chovendo de pretendentes", brinca Moura.

bicharada@cidadeverde.com