Cidadeverde.com

Tutora pede ajuda para encontrar cadela que a ajudou em caso de depressão

Por Maria Romero
bicharada@cidadeverde.com

 

A bancária Camila Silveira é tutora da pequena Lila, uma cadelinha da raça Shih-tzu de apenas dois anos e pouco mais de 3kg, que sumiu de casa na tarde de ontem (23). Camila conta que estava sofrendo de uma grave depressão quando adotou Lila, que hoje é sua grande companheira. Ela pede ajuda para quem possa ter visto o bichinho em Teresina. Uma das preocupações de Camila é porque a pequena sofre de um problema cardíaco. 

Lila saiu de casa - na região da Ufpi, bairro Ininga, zona Leste - às 17h30 de ontem. Ela fugiu quando encontrou o portão aberto, por conta de uma reforma que está acontecendo em sua casa. "Ela nunca saía sozinha de casa, nunca fugia. Mas está acontecendo uma obra na minha casa, deixaram o portão aberto e ela saiu", informou. 

Ela contou que Lila precisa de um acompanhamento especial. "Ela tem um problema cardíaco, precisa tomar os remédios, não pode ficar longe de casa", destacou. 

De acordo com a tutora, a cadelinha é bastante dócil e não costuma ser agressiva com pessoas desconhecidas, o que pode facilitar para que ela tenha sido levada por alguém. 

"Eu peço que me devolvam ou me informem se virem ela pela rua, quero ela de volta, ela me ajudou em um momento muito importante, eu estava em depressão grave e me foi recomendado adotar um bichinho, então adotei ela", relatou Camila, emocionada e sofrendo com a ausência da companheira. 

Lila teria sido vista pela última vez em uma praça próximo à Ufpi, onde há uma banca de revistas. Ela sumiu de casa com dois lacinhos vermelhos na cabeça. Qualquer informação será recompensada e pode ser repassada pelos telefones (86) 9 8153-5308, 9 8858-4442 e 9 9909-0220. 

 

bicharada@cidadeverde.com