Cidadeverde.com

PM apreende quase 80 galos e prende duas pessoas em rinha

Por Maria Romero
bicharada@cidadeverde.com

 

Duas pessoas foram presas e quase 80 galos foram apreendidos na noite deste sábado (27) na cidade de Piracuruca (196 km de Teresina). Segundo as polícias militar e civil, havia cerca de 100 pessoas no local no momento da abordagem, mas apenas duas foram presas. Um animal foi encontrado já morto. 


Fotos: portal Piracuruca Ao Vivo

O agente de polícia civil Jefferson Paulo informou que apenas duas pessoas foram presas porque muitos fugiram e chegaram ainda a apedrejar a viatura da PM que foi ao local. 

"Eles pediram reforço à cidade de Piripiri e então conseguiram fazer as prisões e as apreensões", disse Jefferson.

Segundo a polícia militar, os crimes aconteciam nos fundos de um clube na localidade Carapuças. Três policiais chegaram primeiro ao local e dezenas de apostadores fugiram. Alguns dos identificados são naturais do Ceará e do Maranhão, além de outros de Teresina, Piripiri, Pedro II e Parnaíba, no Piauí. 

Ao todo 78 aves foram encontradas, a maioria em gaiolas e outras nos espaços chamados de "tambores", onde ocorrem as disputas até a morte de um dos animais. A polícia encontrou também esporas e bicos de metal, que tornam as lutas ainda mais agressivas. 

Rinhas

As rinhas, lutas ou brigas de de galo são ilegais e consistem em estimular a disputa entre dois animais até que um deles morra no "torneio".  O público normalmente aposta grandes quantias de dinheiro nos animais que acreditam que vencerão as lutas. A ação é tipificada como crime de maus-tratos, previsto pela Lei Federal Nº 9.605, conhecida como Lei de Crimes Ambientais. A pena é de detenção e multa.

 

bicharada@cidadeverde.com