Cidadeverde.com

Vídeo de maus tratos no set de 'Quatro vidas de um cachorro' causa polêmica

Um vídeo vazado do set de "Quatro vidas e um cachorro" está causando polêmica. Nele, um cão da raça pastor alemão, chamado Hercules, é obrigado a entrar numa piscina com correnteza apesar de parecer apavorado.

Na cena, o cão salva uma criança de um afogamento em um rio. Assustado, Hercules tenta fugir e se desvencilhar da água, mas o treinador força sua entrada na piscina. Em um momento, o animal fica completamente submerso e membros da equipe gritam, tentando tirá-lo da água.

O vídeo foi gravado clandestinamente por um membro da equipe, em novembro de 2015. Dirigido por Lasse Hallström e estrelado por Britt Robertson e Dennis Quaid, o longa está previsto para estrear no dia 26 de janeiro no Brasil.

Segundo fontes do "TMZ", que conseguiu a gravação, o diretor interrompeu a gravação e, na volta, o cachorro gravou a cena normalmente, sem precisar ser novamente jogado na água.

Os estúdios Amblin Partners e Universal Pictures, responsáveis pelo filme, divulgaram um comunicado: “Promover um ambiente seguro e garantir o tratamento ético de nossos animais atores foi de extrema importância para aqueles envolvidos na realização deste filme, e vamos analisar as circunstâncias em torno deste vídeo”.

No Twitter, Hallstrom se defendeu: “Eu não testemunhei essas ações. Todos nós estávamos empenhados em proporcionar um ambiente amoroso e seguro para todos os animais no filme. Me prometeram que uma investigação completa desta situação está em andamento e que qualquer irregularidade será relatada e punida”.

A Peta (People for the Ethical Treatment of Animals, que defende a causa animal) já convocou boicote ao longa. "A Peta está convocando os que amam cães a boicotar o filme para enviar a mensagem de que cães e outros animais devem ser tratados com humanidade e não como adereços de filmes".

No filme, um cachorro morre e encarna várias vezes, sempre mantendo o sonho de reencontrar seu primeiro dono e melhor amigo.

*Com informações de O Globo