Cidadeverde.com

Animais da Apipa ganham ensaio fotográfico para incentivar a adoção

  • 6cf9541a-d490-479b-adf7-969d88c87818.jpg Agecom
  • ensaioapipa12.jpg Agecom
  • 7364e817-79da-4df0-8feb-bf359e086345.jpg Agecom
  • 7162a902-3f2c-432b-8321-dc554787501a.jpg Agecom
  • 0895b89a-4933-4b51-89ad-adafcadcae89.jpg Agecom
  • 0110ecdc-f2ab-4c35-950b-2438bafbfb65.jpg Agecom
  • 65bed510-4097-4ea8-9d9d-73733cb64125.jpg Agecom
  • 42c269c8-0442-41fd-a12c-87b261a74af0.jpg Agecom
  • 9ff795f2-5b8d-4368-a0db-cca605809089.jpg Agecom
  • 9ef98550-5444-4b7f-b886-bae7c50b615c.jpg Agecom
  • 9a440720-c91e-4127-84b6-e410c45e910c.jpg Agecom
  • 06e1c909-08e3-45ca-8233-6e7510e4c135.jpg Agecom


Por Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Um ensaio fotográfico pet com um nobre objetivo: a adoção. Assim, 30 animais da Associação Piauiense de Proteção e Amor aos Animais (Apipa) foram clicados por alunos de uma faculdade particular de Teresina para uma exposição com bichinhos abandonados que, atualmente moram no abrigo, e estão à espera de um lar. 

Para a sessão de fotos, os cães e gatos ganharam lacinhos e outros adereços. Um estúdio foi improvisado na própria Apipa. Para a professora Neulza Bangoim, uma das coordenadoras do projeto, o resultado tem sido surpreendente e a ideia é tornar a exposição itinerante. 

"É triste a situação de animais abandonados em Teresina que muitas vezes se tornam um caso de saúde pública. Pensamos em um projeto que envolvesse os alunos e despertasse neles a responsabilidade social. A exposição ficou linda... ajudar nessa causa é engrandecedor e nos torna felizes", conta a professora que ressalta que todo o trabalho foi realizado pelos estudantes do curso de Publicidade e Jornalismo. 

A exposição contempla cães e gatos filhotes, adultos e até mesmo com algum tipo de deficiência. Porém, TODOS SAUDÁVEIS. Dos animais clicados no ensaio, alguns já foram adotados. 


"Em conjunto com a Apipa tivemos a ideia de fotografar também animais deficientes que são mais difíceis de serem adotados. Mas todos eles são saudáveis e alguns até castrados", reitera. 

A exposição acontece até a noite deste domingo (04) no Parque Nova Potycabana. Além de abraçarem a causa, os visitantes podem também doar ração e produtos de limpeza para a Apipa. 

"Ficamos felizes na receptividade das pessoas. A Apipa tem um trabalho belíssimo e que precisa sempre da nossa ajuda, pois eles abrigam muitas animais que precisam de cuidados. A dívida da Associação com a clínica que cuida dos animais doentes está em R$ 31 mil. Nessa ação, resolvemos não pedir dinheiro, mas toda ajuda com material de limpeza, jornal e alimento para os bichinhos é bem vinda", disse Bangoim. 

Cristal e Lipe foram adotados durante a exposição

A coordenadora administrativa da Apipa, Jane Haddad, comemorou a iniciativa que 'abre portas para uma adoção com amor e responsabilidade'.

Atualmente, a Associação conta com conta com cerca de 380 animais, considerando cães e gatos. Uma grande parte deles acabam ficando residentes no abrigo, pois as pessoas preferem adotar os filhotes enquanto os adultos estão permanecendo lá.  A entidade não tem nenhum apoio de instituição pública ou privada, quem se interessar em ajudar pode fazer doações de produtos diversos, como produtos de limpeza para a casa, rações e produtos de higiene para os bichos e ainda fazer doações em dinheiro. As informações de contato estão no site www.apipa10.org, e também no facebook @apipa.piaui.  

Alunos que participaram do projeto

bicharada@cidadeverde.com