Cidadeverde.com

Apipa vive pior crise financeira e tem estoque de ração zerado

A Associação Piauiense de Proteção aos Animais (Apipa) vivencia sua pior crise financeira desde a fundação da entidade. Nesta semana, a instituição declarou que o estoque de ração, medicamento e até de material de limpeza do local ficou zerado. 

A Apipa abriga atualmente 380 cães e gatos. Diariamente, 45 quilos de ração são consumidos pelos animais. Somado às despesas de compra de medicamentos, material de limpeza e contas de água e luz e pagamentos de funcionários o gasto mensal da entidade chega a R$20 mil.

Para tentar reverter a situação, a Apipa lançou uma campanha emergencial para levantar fundos. Sem apoio governamental, a administradora da entidade, Jane Haddad, conta que a entidade sobrevive com doações voluntárias.

"Durante todo funcionamento da Apipa gente nunca chegou nessa situação que nos encontramos hoje. Estamos sem alimento para os animais, produto de limpeza, medicação, sem produtos de primeiros- socorros", lamenta Jane. 

A administradora destaca,ainda, que neste mês de julho o número de animais encaminhados para a Apipa é duplicado. 

“A gente tenta esclarecer que a Apipa não é hotel. Muitas pessoas vem até aqui para deixar os animais e a gente explica que não é hotel. Quando elas vão embora, tiram  o animal do carro e os abandonam na porta da entidade”, conta Jane. 

Para ajudar a Apipa bastar ir até a sede da entidade, localizada na Rua Trinta e Oito, 1041 - Loteamento Vila Uruguai ou entrar em contato através do telefone (86) 98846-8020. Postos de arrecadação de doações também foram espalhados pela cidade. 

 

Izabella Pimentel
Com informações de Carol Santana [TV Cidade Verde]
redacao@cidadeverde.com