Cidadeverde.com

Cão salva mulher de ataque de cobra cascavel

Um pastor alemão salvou uma mulher de uma cobra em Franca (SP). O cachorro "Thor" percebeu a presença de uma cascavel na lavanderia de uma chácara no Jardim Monte Alto e enfrentou o animal, pronto para dar o bote na empregada doméstica.

O cão acabou picado no focinho, mas foi atendido por uma clínica veterinária e está em recuperação. A cobra foi morta por um vizinho que socorreu a família.

Cão 'Thor' salva mulher de picada de cobra em Franca, SP (Foto: Arquivo pessoal)

A empregada doméstica Érica Cristina Fernandes conta que havia saído da cozinha para a lavanderia quando notou um comportamento estranho do cachorro, que latia e a tentava impedir de se aproximar de um tanque. Segundo ela, era lá que estava uma cobra cascavel, pronta para dar o bote.

"Como de costume eu saio pra colocar roupa no varal. Eu coloquei o cesto aqui, só que o cachorro não me deixava chegar desse lado. Ele entrava na minha frente. Foi a hora que eu percebi que tinha um bicho aqui atrás", afirma.

Thor chegou a enfrentar a cobra antes de ser picado no focinho por ela. "Ele chegou a dar umas avançadas nela, foi a hora que eu escutei que ele saiu gritando", conta.

A intervenção do cão deu o tempo necessário para que Érica e a moradora da casa, Miriam Sandra de Freitas, chamassem um vizinho, que acabou matando o animal a pauladas.

Cobra foi morta por vizinho em Franca, SP (Foto: Arquivo pessoal)

"Na hora o pânico foi tão grande que eu queria me livrar logo dessa cobra. Então a gente chamou o vizinho. Ele veio aqui e matou", afirma Miriam.

Depois de todo o susto, as mulheres perceberam que Thor tinha sido picado no focinho. "Depois eu vi os dois furinhos na hora que ele chegou perto de mim", afirma Érica.

O cão foi levado para uma clínica veterinária em Franca, onde, segundo as moradoras, o animal teria acesso ao antídoto. "Eu liguei pra veterinária. Ela veio aqui e o levou pra clínica. Falou que é a única veterinária que tem o antídoto pro cachorro, que se a gente levasse em outro não ia ter", conta Miriam.

 

Fonte: G1