Cidadeverde.com

Conheça o recinto construído em São Paulo para a ursa Marsha

O dia foi de descoberta para a ursa Marsha que desembarcou em São Paulo durante a madrugada deste sábado (22) e durante a manhã conheceu seu novo lar situado no Santuário Ecológico Rancho dos Gnomos, que fica entre os estados de São Paulo e Minas Gerais. 

O recinto foi construído pelo Instituto Luisa Mell. Pelo instagram, a ativista mostrou a nova casa da ursa que também mudou de nome e passa a se chamar Rowena, que sginifica luz. 

A nova moradia da ursa é bastante ampla, fica em meio a vegetação e inclui tocas, piscina de 1,5 metros de profundidade e capacidade para 36 mil de água, além de uma cascata. 

A reação de Rowena ao chegar ao local foi de desconfiança. Os primeiros passos foram tímidos, mas foram apenas alguns minutos para que ela explorasse todo o ambiente. Os responsáveis pelo santuário também espalharam mel pelo recinto para ajudar na familiarização.

Marsha, como ficou conhecida em todo o país e também no exterior, foi transferida do Parque Estadual Zoobotânico em Teresina, nesta sexta-feira (21). No Piauí, a ursa morou por sete anos e era bem tratada, acompanhada por veterinários e com alimentação balanceada com frutas, legumes e carne uma vez por semana. No zoológico também havia sido construído um sistema com aspersores e uma piscina para tentar amenizar o calor. 

Contudo, as altas temperaturas em Teresina, principalmente durante o segundo semestre quando os termômetros registram mais de 40° C, eram incompatíveis com Marsha, uma ursa parda, natural de países frios como o Canadá e o norte dos Estados Unidos. Esse foi o motivo determinante para a transferência.

Em Teresina, Marsha chegou em 2011 após ser resgatada de um circo onde efoi submetida a maus-tratos pro cerca de 25 anos.


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com