Cidadeverde.com

Luisa Mell vai recorrer ao papa para transferir irmão da ursa Marsha

Por Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

A ativista Luisa Mell anunciou nas redes sociais que irá recorrer ao Papa Francisco para conseguir a transferência dos ursos Dimas e Kátia que vivem em um zoológico no estado do Ceará. O ursinho é irmã de Marsha, rebatizada de Rowena, que vivia no Piauí e foi transferida para um santuário em São Paulo devido as altas temperaturas na capital piauiense. No post, Luisa Mell disse que também levará o caso à Justiça.

A reação da ativista ocorre após um parecer apresentado pela Superintendência Estadual de Meio Ambiente (Semace), nesta sexta-feira (30), que atesta que "não foram vistas condições inadequadas dos animais em questão e que os mesmos já se adaptaram à região de Canindé”.

"Laudo da Secretaria de Meio Ambiente do Ceará, feito por um veterinário de cães e gatos que não tem experiencia alguma com ursos, ignorou tudo isso. Não há sequer um exame de saúde dos ursos no laudo, que é superficial, equivocado e não cita o clima, o calor ou a fisiologia dos ursos, nem mesmo o fato de eles serem alimentado com ração de cachorro. Ignorando a biologia, a fisiologia, a doença de Kátia e o sofrimento, o laudo afirma que os ursos estão bem", publicou Mell. 

(Foto: Santuário de Canindé)

"A arquidiocese franciscana, comandada pelo Frei Marconi, que mantém um zoológico IRREGULAR  e que cobra ingressos para as pessoas verem os animais, também se opõe a dar um final de cida digno para os ursos feitos para viver no frio, mas que vivem em temperaturas que passam de 40°", segue o post da ativista. 

(Foto: Reprodução Instagram/Luisa Mell)