Cidadeverde.com

Projeto prevê punição de empresas que maltratarem animais no Piauí

(Foto: Reprodução/ Facebook)


No Piauí, a empresa que permitir maus-tratos a animais perderá a inscrição estadual por dez anos. Essa é a proposta da deputada estadual Teresa Britto (PV) que citou a morte da cadela Manchinha, caso com  grande repercussão em todo o país. O animal foi assassinado por seguranças de um supermercado em São Paulo.

Na defesa do projeto, a parlamentar disse que os animais não falam, não votam, mas merecem ser bem cuidados.

“Sou apaixonada pelos animais, uma defensora, tanto que tenho 14 em casa. Enfrentei na Câmara Municipal de Teresina o debate com os 29 vereadores. Eu enfrentei, fiz a defesa deles. Foi assim contra a vaquejada, contra as carroças. Vamos continuar essa luta aqui na Assembleia, para que o Piauí seja um estado que humanize, que dê amor e proteção aos animais”, prometeu a deputada.

A morte de Manchinha motivou também a aprovação, no Congresso Nacional, de punições menos brandas para maus-tratos. A pena agora é de 1 a 4 anos de detenção, além de multa.