Cidadeverde.com
Bicharada

Carroceiro é conduzido à delegacia suspeito de espancar burro

Foto: Divulgação DPMA

Nas imagens é possível perceber sangue em uma das patas do animal

Um carroceiro foi conduzido coercitivamente à delegacia suspeito de espancar um burro. O caso ocorreu nas imediações da Praça do Bairro São João, na zona Leste de Teresina. A denúncia é de que o animal estava sendo agredido com uma barra de ferro e um pedaço de madeira por não suportar transportar uma carga.

"Uma servidora pública passava pelo local e viu o animal ao chão. Pediu ao carroceiro para parar, mas foi ameaçada. O carroceiro disse que estava batendo porque o animal não queria se levantar.  Então, ela foi à delegacia denunciar o caso e deslocamos uma equipe de policiais que constatou a agressão ao animal e conduziu coercitivamente o carroceiro à delegacia", disse a delegada Edenilza Viana, titular da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA). 

O burro estava com ferimentos na barriga, dorso e  pata. As agressões teriam sido flagradas por quem passava pela via. Apesar disso, o carroceiro negou maus-tratos. Contra ele foi lavrado um Termo Cirscunstanciado de Ocorrência (TCO). 

Foto: Divulgação DPMA

Agredir animais ou deixá-los expostos ao sol e chuva são uma das formas de maus-tratos

Com o apoio da Polícia Militar, o burro foi resgatado e  doado a uma pessoa que ficou como fiel depositário. 

A atuação da DPMA é uma forma de intimidar quem possui equinos e burros e os coloca em situação de maus-tratos com a finalidade exclusiva de obter lucro.