Cidadeverde.com
Bicharada

Gato aprende a desligar o despertador e é pego no flagra pelas donas

Juliane da Silva e Daniela Marinello se atrasaram para chegar ao trabalho nos últimos dias e descobriram o problema: o gato delas, o Joaquim.

As duas perceberam que o felino tinha um hábito para lá de inusitado: momentos antes de o despertador do celular tocar, pela manhã, o pet ficava à espreita e ia em direção ao alarme para desativá-lo.

Para provar, elas resolveram fazer um teste nas férias. Deixou o aparelho apitar e gravou a ação do gato, que em poucos segundos conseguiu desarmar o dispositivo com as patas. 

"Que esperto. Desligou! É por isso que eu não consigo ir trabalhar. Por que você desligou o despertador, Joaquim? Você não quer que eu vá trabalhar?", brincou a dona.

O vídeo viralizou nas redes sociais.

Assista:

 

 

Fonte: Estadão Conteúdo

Filhote de veado criado em cativeiro é apreendido no Piauí

Por Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

O veado morava em um pequeno cercado (Foto: Divulgação/ BPA)

Um filhote de veado cantingueiro foi apreendido em uma casa na cidade de Lagoa do Piauí, no interior do Piauí. A apreensão foi realizada pelo Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) que encontrou também quase 20 pássaros criados em cativeiro. 

O proprietário da casa assinou Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e deve responder pela Lei de Crimes Ambientais. 

"Foi lavrado TCOS e tomadas as demais medidas cabíveis. São animais da fauna nativa silvestre, não ameaçados de extinção e não apresentavam sinais de maus-tratos. Mesmo assim é considerado crime ambiental", alerta o comandante do BPA, tenente-coronel Carlos Teixeira. 

Os animais foram apreendidos nesta quinta-feira (01) e soltos em uma reserva ambiental na região de Teresina.

Égua é eutanasiada em Teresina após fratura exposta nas patas

Por Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com


Uma égua foi eutaniasada após fratura exposta nas quatro patas. O caso ocorreu na Rua Gonçalves Dias, bairro Lourival Parente, zona Sul de Teresina. O animal ficou mais de 6 horas em sofrimento e comoveu quem presenciou a cena. 

"Não sabemos se foi acidente ou se ela caiu numa vala e quebrou as patas tentando sair. Isso aconteceu por volta de 3h da madrugada. O Corpo de Bombeiros veio às 8h e o Centro de Zoonoses depois das 9h. Foi muito tempo de espera. Todos ficamos tristes e comovidos com o sofrimento do animal", disse o morador Alyson Jhones. 

Segundo ele, antes de ser sacrificado, o animal foi "enforcado" com uma corda no pescoço. 

"Não precisava disso. Ela já estava sofrendo por horas. Para quê passar aquela corda no pescoço do animal que não tinha mais força. Foi muito triste. Muitas pessoas se comoveram, choraram com aquela cena", questiona o Jhones. O dono da égua não foi identificado. 

O Bicharada conversou com o médico veterinário Marlon de Araújo Castelo Branco, do Centro de Centro de Controle de Zoonoses de Teresina. Ele explica que o animal foi sacrificado para aliviar o sofrimento.

"O animal estava em sofrimento. Em casos como o dela, com fratura exposta nas patas, a recomendação do Conselho de Medicina Veterinária é a eutanásia. Não é como um animal pequeno em que podemos fazer uma cirurgia. Não existe tratamento, por isso a eutanásia. A corda foi colocada para evitar que o animal se debatesse, pois estava sentindo muita dor. Foi aplicada uma pré-anestesia, anestesia geral  e quando o animal já estava dormindo foi dada uma injeção letal de cloreto de potássio", explica o veterinário. 

Sobre a demora na atendimento, o médico diz que o Centro de Controle de Zoonoses só funciona de 8h às 12h e de 14h às 17h30. 

"Não tem equipe de plantão. Se acontece algo de madrugada ou à noite, só podemos ir no horário de funcionamento", reitera o veterinário. 

Casos envolvendo animais de grande porte devem ser comunicados ao Centro de Controle de Zoonoses por meio do 86 3 215 9143.

Atriz Marina Ruy Barbosa dá adeus a gatinha de 17 anos

A atriz Marina Ruy Barbosa fez um post emocionante sobre a morte de sua gatinha Ruth. As duas conviveram por 17 anos.  Ela compartilhou várias fotos, um vídeo e uma imagem dela quando era criança ao lado da companheira de quatro patas. 

Fotos: Reprodução Instagram/ Marina Ruy Barbosa

No post, a atriz conta que a morte de Ruth também fez causou entristeceu seus pais. Nos comentários, seguidores se solidaram com a perda da atriz, compartilham mensgens de afeto e também de amor aos animais. 

Fotos: Reprodução Instagram/ Marina Ruy Barbosa

 

VEJA O POST

Poucas vezes eu vi meu pai chorar, hoje ele chorou... Minha mãe... Choramos todos. 

Ah... Ruth! 17 anos juntas. Crescemos juntas e agora você se foi... Minha amiga, companheira, anjo da guarda... Não consigo parar de chorar, de saudade, de vontade de te trazer de volta pra perto. Os bichos são puro amor, nos ensinam muito sobre amar e só ficam ao lado de quem também é amor. São tão mais evoluídos que a gente, que o tempo aqui é mais curto", diz o post. 

Eu sabia que iria doer quando você fosse, mas não imaginei que seria tão forte. Não consigo nem explicar, mensurar o quanto... A única coisa que aquieta minha alma é saber que você parou de sofrer e que eu te enchi de beijos e você sentiu o calor do meu peito preenchido de gratidão e amor durante todos esses dias. É a vida passando, lembrando a gente o quanto é frágil e que estamos todos apenas de passagem... Tempo tempo tempo tempo 

Vou te fazer um pedido

Tempo tempo tempo tempo

Compositor de destinos 

Tambor de todos os ritmos

Tempo tempo tempo tempo 

Entro num acordo contigo

Te amo pra sempre, meu amor

Ursa Marsha vai ganhar memorial em São Paulo

Por Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

 

Obra feita pela Matpetart (Foto:Divulgação/ Facebook Ursa Rowena)

A morte de Marsha tem despertado o sentimento de tristeza e saudade. Muitas têm sido as homenagens à ursinha que vem sendo eternizada em obras de arte e também em um memorial que será construído no santuário Rancho do Gnomos, em São Paulo, seu lar nos últimos dez meses após deixar o Piauí. 

Ilustração de Cléber Luís Rosa  (Foto:Divulgação/ Facebook Ursa Rowena)

"Rowena transformou a vida de milhares de pessoas, foi amada por todos e, em seu olhar doce e meigo transbordava até o perdão à quem tanto lhe fez mal no passado. Rowena está sepultada no Rancho dos Gnomos, Santuário de Amor e Cura. Amigos, faremos um lindo memorial, com jardim florido e todas as homenagens feitas à ela", diz o post no Instagram do santuário. 

A publicação diz ainda que desenhos, músicas, poemas, entre outras homenagens, podem ser enviadas por meio do contato@ranchodosgnomos.org.br para serem colocados no memorial. 

"A amorosa energia de Rowena estará sempre presente. Nossa eterna Gratidão à todos que de alguma forma fizeram parte da história da Ursinha mais Amada do Brasil", conclui a publicação. 

Marsha- que havia sido rebatizada de Rowena- morreu na última quarta-feira (24). Segundo a veterinária do rancho, a ursinha tinha um grande tumor ovariano. 

Médica leva à formatura cão que ajuda mãe em tratamento

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

(Fotos: arquivo pessoal)

Um cãozinho de dois anos de idade, que se autointitula no Instagram como o "Chihuahua mais sensual de Teresina", é parceiro de vida e de luta da servidora pública Rosela Vasconcelos que, pela segunda vez, enfrenta um câncer. O amor entre os dois, inclusive, foi eternizado em uma tatuagem feita na semana passada. 

"Meus primeiros amores foram meus dois filhos. Então, tatuei o nome deles e também fiz uma patinha do Jamie que é meu terceiro amor", disse a servidora pública que se considera avó de Jamie. 

O chihuahua chegou na família assim que Rosela descobriu um câncer de mama em 2017. Após tratamento, ela se livrou da doença que, infelizmente, retornou há alguns meses. Para ela, Jamie  foi um presente de Deus.

"Quando vejo ele, enxergo a representação do amor. O olhar dele, a atenção dele por mim. Acredito que entende até por que veio. Sabe quando estou triste e não me deixa ficar assim.  É um presente de Deus", disse Rosela. 

Nos próximos dias, Rosela começa um novo tratamento contra o câncer. Rindo, ela diz que Jamie até faz com que ela esqueça a doença. 

(Fotos: arquivo pessoal)

"Ele fez e faz muita diferença, seja quando eu vou dormir ou quando acordo. Olhar aquele rabinho balançando, o olhar dele apaixonado. O Jamie mudou minha vida. Deixo de ir para alguns lugares porque ele não pode entrar. Me dá forças e faz eu esquecer que estou doente. Com ele, nunca estarei sozinha", disse a servidora pública. 

 

VIBE BLOGUEIRINHO

Jamie mora em Teresina com a avó Rosela e a mãe, a médica Juliana Costa. Ele é tão parte da família que não desgruda das duas em momento algum, seja na praia, no shopping ou no passeio de wakeboard. 

(Fotos: arquivo pessoal)

Além de cuidar da avó, Jamie ainda tem tempo de se dedicar ao seu perfil no Instagram onde tem mais de 2 mil seguidores.  Nas horas vagas, ele é presença vip em eventos da família. Há duas semanas, o chihuahua roubou a cena na colação de grau da mãe. Para a ocasião especial, Jamie foi vestido com uma beca igualzinha à médica Juliana Costa. 

(Fotos: arquivo pessoal)

"Sempre dizia que na minha formatura eu queria que ele participasse de alguma forma. Por ele ser nosso companheiro, um membro importante da família. Ele chegou em nossa vida porque queria que a mamãe ficasse mais feliz. É um filho para mim. Além de todo amor ainda tenho imensa gratidão por ele nos dar tanto carinho e de ser tão companheiro para a mamãe", conta a mãe de Jamie. 

(Fotos: arquivo pessoal)


TENDÊNCIA PET

A beca de Jamie foi confeccionada sob medida em um ateliê exclusivo para pets. Esmeralda Santana, design de moda, ressalta que está cada vez mais comum, a presença dos animais em solenidades em família. 

"Os pets hoje estão participando de várias solenidades como formaturas, casamentos e até festa de 15 anos. Todas as solenidades importantes em família , os pets estão. A beca do Jamie não foi a primeira que fiz", disse a design de moda. 

Bombeiros salvam filhotes de cachorro de incêndio em Picos

Fotos: Corpo de Bombeiros de Picos


Por Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

Os bombeiros de Picos salvaram quatro filhotes de cachorro de um incêndio no município. O tenente Hamylton Lemos, comandante do Corpo de Bombeiros de Picos, contou ao Cidadeverde.com que a ocorrência aconteceu na manhã de domingo (28), após receber uma ligação denunciando que havia fogo em um terreno baldio.

O comandante comentou que a guarnição só teve conhecimento dos cachorrinhos quando chegaram no local do incêndio, no bairro Ipueiras.  

"Fomos até o local e, chegando lá, a guarnição percebeu que no incêndio havia o barulho de animais, por dentro do muro, no local que estava tendo fogo. A guarnição se dividiu em duas: ficou uma combatendo o incêndio e a outra - com todo o equipamento de salvamento - ultrapassou as barreiras, muros, vegetações, e conseguiu chegar onde estavam esses cachorros", disse.

O tenente ressaltou que "eram quatro filhotes, que não tinham para onde correr, e o fogo já estava avançando no local. Mesmo próximo as chamas, os bombeiros conseguiram salvar essas vidas, que também são importantes para nós, e ao mesmo tempo combater o incêndio, evitando que ele se estendesse para as casas vizinhas".

Queimadas 

Na oportunidade, o comandante pediu que as pessoas não ateassem fogo em vegetações e terrenos baldios, como o que ocorreu na situação envolvendo os cachorrinhos.  

O tenente explicou que o terreno baldio citado nesta reportagem era próximo a casas e de um hospital. E, por isso, essa ocorrência teve prioridade para evitar o mais rápido possível que o fogo se alastrasse e atingisse outros locais, colocando a vida das pessoas em risco.

"Quero aproveitar e pedir para que as pessoas evitem colocar fogo na vegetação. Essa época do ano é seca e, na região de Picos, tem muito vento. E a probabilidade  do fogo perder o controle e atingir outros patrimônios, vidas, é muito grande. As pessoas quando virem outros colocando fogo, denunciem (aos órgãos competentes)". 


Apipa zera estoque e faz campanha para alimentar centenas de animais

Foto: Facebook/Apipa

A Associação Piauiense de Proteção e Amor aos Animais (Apipa) faz campanha nas redes sociais para conseguir ração para mais de uma centena de animais, incluindo cães e gatos, que foram resgatados das ruas de Teresina.

O post no Instagram diz que o estoque para felinos está zerado e para cães há apenas ração para filhotes. 

"O consumo de ração no abrigo é muito alta, em torno de 15kg para gatos e 25kg para os cães, por esta razão, volta e meia entramos nesse desespero. Quem puder nos ajudar, agradecemos muito, de coração", diz o post. 

A Apipa desenvolve um trabalho em prol da causa animal há 11 anos e sem ajuda do poder público. As doações podem ser deixadas no abrigo ou em pontos de coletas.

CONTAS PARA DOAÇÕES


Vídeo: sucuri de 60 kg é encontrada em açude de cidade no Piauí

  • sucuri60.jpg Antônio José Sales
  • sucuri2.jpg Antônio José Sales
  • sucuri3.jpg Antônio José Sales

Uma cobra sucuri de quase 4 metros de comprimento e 60 kg foi encontrada às margens de um açude na cidade de Água Branca, no interior do Piauí. 

Segundo Antônio José Sales, secretário de Meio Ambiente do município, a serpente tentava atravessar a parede do reservatório quando foi vista e capturada por pescadores. 

O açude fica no centro da cidade, distante 98 km de Teresina. Para segurar a cobra foram necessários quatro homens. O resgate contou com o apoio da equipe Corujão que atua na proteção de animais silvestres. 

A sucuri foi levada para o açude São João, na zona rural da cidade. De acordo com ambientalistas, esse tipo de cobra tem hábitos noturnos e só oferece perigo quando se sente ameaçada. 

Ursa Marsha morre em São Paulo em decorrência de tumor

Foto: Reprodução/Instagram/@ranchodosgnomos

Marsha, a ursa mais conhecida do país, morreu nesta quarta (24), em São Paulo, onde morava há cerca de dez meses após ser levada do Piauí devido as altas temperaturas. Segundo a veterinária Carla Spechoto,  Marsha [ que agora se chamava Rowena] tinha um grave tumor ovariano. 

"Há uma semana, a nossa ursinha mudou o padrão de alimentação, o que nos causou um alerta. Fomos acompanhando o quadro, oferecendo os alimentos preferidos dela. Ontem (24), ela começou a ter um desconforto abdominal, foi prontamente medicada, chegamos a fazer alguns exames e, infelizmente após o desfecho, ela foi trazida para o hospital veterinário da USP. Acompanhei toda a necropsia e foi constatado que ela teve um tumor ovariano muito grave com repercussão no cérebro, o que causou uma convulsão", disse a veterinária. 

Por meio do Instagram, representantes do santuário onde a ursa morava, lamentaram a perda. 

"Queridos Amigos,

É com muito pesar que comunicamos a passagem da nossa querida Rowena. 

O Rancho dos Gnomos está em luto...

No momento, nos faltam as palavras... Todos viram a evolução do Amor e Cuidado à ela.

E, contudo, pedimos que sejam emanadas vibrações de luz e paz. 

Rowena segue seu caminho nos deixando saudade, mas certos de que seus últimos meses pôde desfrutar de tudo que lhe foi roubado durante a vida

como a dignidade, a compaixão, a benevolência e o respeito! ", disse a publicação. 

 

Antes de morar no Parque Estadual Zoobotânico em Teresina-PI, a ursinha era explorada em um circo. Por toda sua história, Marsha se tornou símbolo de luta contra os maus-tratos contra os animais e chegou até a inspirar a cantora Rita Lee a escrever um livro que foi publicado esta semana. 

A transferência dela para o santuário Rancho dos Gnomos, em Joanópolis-SP, teve repercussão nacional. Ela- que tinha aproximadamente 34 anos- foi levada em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) em setembro de 2018. 

Foto: Reprodução/Instagram/@ranchodosgnomos

A morte de Marsha causou comoção e também surpresa. Vídeos divulgados nas redes sociais do rancho mostravam o dia a dia da ursinha como o novo visual e momentos de lazer como ela curtindo o frio e a piscina construída pra ela no santuário. 

Posts anteriores