Cidadeverde.com
Blog da Clara

Minibiografia

Sobrado da coronel,
59 sobrado.
São 11 da manhã
e eu vou à escola.

O almoço esquenta
a meia dobra
O cabelo milimetricamente arrumado.

Vão me chamar de feia no colégio
Não fiz o dever de casa
Hoje é dia de cantar o hino.

Um silêncio vem do sótão 
e atravessa a janela
Passa por mim
e muda tudo.

Ouve,
algo houve
No sentido de existir.