Cidadeverde.com

Iniciativas podem facilitar vida do pequeno empresário nos municípios

Pedro Valadares, consultor nacional do Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas (Sebrae), veio a Teresina (PI) para palestrar no Congresso das Cidades e apresentar iniciativas que podem ajudar municípios a estimularem o empreendedorismo. 

Em sua palestra nesta quarta-feira (15), Pedro Valadares fala da Sala do Empreendedor e dos Agentes de Desenvolvimento do Município. Segundo o consultor, as duas ações foram criadas para facilitar a vida dos pequenos empresários e estimular a economia local. 

"Essas duas ações surgem no modelo de desenvolvimento que é focado no pequeno negócio. Nem todo município vai ter uma grande empresa, uma grande fábrica, mas todos têm uma vendinha, um armazém, a padaria, que são pequenos negócios, que são pessoas que estão investindo do próprio bolso para botar no municipio", explica. 

O Sebrae estimula prefeituras a implantarem a Sala do Empreendedor, que facilita o registro das empresas. "É uma entrada única de documentos. Ao invés do empreendedor caminhar, é o processo que caminha. O empreendedor tem só uma interface com a prefeitura, que é a Sala do Empreendedor", conta Pedro Valadares, que acrescenta ainda a possibilidade do pequeno empresário ter acesso, no mesmo espaço, a cursos de capacitação da mão-de-obra e produtos de agências de crédito e fomento. 

Já os agentes de desenvolvimento, previstos na Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas, é um articulador das políticas voltadas para o pequeno negócio. 

"Ele é o cara que vai juntar as pontas. Aqui no município tem muito produtor de farinha, mas na merenda escolar, que a prefeitura compra, não tem farinha pras crianças na escola. O agente de desenvolvimento vai ser essa pessoa responsável por fazer esse tipo de articulação: juntar a ponta do empreendedor que está vendendo e a ponta da prefeitura que está comprando. E assim você estimula o desenvolvimento local", finaliza.

com informações da TV Cidade Verde
redacao@cidadeverde.com