Cidadeverde.com

‘Transparência nas contas é a porta aberta para o desenvolvimento social’, afirma auditor

  • tce4.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • tce31.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • tce21.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • tce11.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • tce3.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • tce2.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com
  • tce1.jpg Roberta Aline/Cidadeverde.com

O auditor de contas do Tribunal de Contas do Estado, José Inaldo Oliveira e Silva,  proferiu a palestra ‘Gestão democrática’ nesta quarta-feira (15), último dia de Congresso das Cidades.

O chefe do Núcleo de Gestão Estratégica da Informação do TCE-PI falou aos gestores que participam da conferência sobre a importância da correta gestão pública para o desenvolvimento dos municípios. 

“A transparência nas contas é a porta aberta para o desenvolvimento social”, afirma José Inaldo. O auditor de contas do TCE ressaltou que a democracia participativa é imprescindível para a gestão.

Uma boa gestão, de acordo com José Inaldo, tem que ser eficiente, eficaz e efetiva. “É necessário que as ações públicas sejam conduzidas sobre a ótica da democracia participativa. A atuação conjunta entre governo e sociedade pode resultar em valiosos ganhos econômicos, sociais e culturais”, destacou o auditor.

Para o auditor de contas, o município é o local mais propício para o exercício da democracia. “O município tem autonomias política, administrativa e financeira”, enfatizou o palestrante.

Além de auditor de contas, José Inaldo Oliveira e Silva é coordenador do Setor de Inteligência do TCE-PI. Entre suas ações a frente do cargo, o palestrante integrou a força-tarefa que deflagrou a Operação Déspota, em julho do ano passado.  A Operação descobriu um esquema de fraudes em licitações. 

Izabella Pimentel (especial para o cidadeverde.com)
redacao@cidadeverde.com