Cidadeverde.com

Espaço Futuro expõe tecnologia e colaboração na gestão pública

Foto: Letícia Santos/Cidadeverde.com

Projetado para pensar no amanhã, o Espaço Futuro traz práticas de gestão do presente para um desenvolvimento consciente a longo prazo. Com foco nas metas globais da Organização das Nações Unidas (ONU) utilizando tecnologia e participação, analistas de gestão a Prefeitura de Teresina mostram as ações e os planos para 2030 no estande instalado no Congresso das Cidades.

De acordo com Aécio Ibiapina, analista da prefeitura de Teresina, a gestão municipal adotou 264 objetivos do desenvolvimento sustentável divididos em cinco eixos. Dentre os temas, sustentabilidade, transparência, governo aberto e capacitação dos servidores. “70% deles (objetivos) já foram cumpridos ou estão em execução”, explicou. 

Para o analista de gestão, o estande visa demonstrar que a prática sustentável também pode ser vista como um investimento de retorno econômico. “É uma forma de nos alinhar com a política global, se enquadrando para acessar crédito no exterior. Bancos como CAF e BID, financiam projeto e doações  de acordo com as exigências do projeto, alinhado com os objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU”, destacou. 

Realidade Virtual

O Espaço Futuro traz realidade virtual de uma rua projetada por alunos do Instituto Federal do Piauí. Com ciclovias, acessibilidade e arborização, a rua é um modelo apontado para ser implementado em breve.

Sustentabilidade

Projetos como a implantação de geradores de energia fotovoltaica com o objetivo de geração de energia renovável para suprimento dos prédios públicos são destaques do estande. A parceria público-privada de iluminação de LED e Centro de Controle Operacional também são apontadas como metas de desenvolvimento. 

Aplicativos

Não há como falar de futuro sem lembrar da importância das ferramentas de tecnologia da informação. No estande os prefeitos podem conferir aplicativos que estimulam a participação da população e criam uma cultura colaborativa na cidade. Em fase de execução pela Prefeitura de Teresina, o aplicativo Muv estimula a mobilidade sustentável na cidade, e visa pontuar os usuários com premiações. O Colab é uma ferramenta, também para dispositivos móveis, que oferece uma ouvidoria digital para o cidadão, sem usar papel e no toque do celular. Apenas Teresina, Curitiba e Rio de Janeiro possuem um aplicativo do tipo.

Valmir Macêdo
redacao@cidadeverde.com