Cidadeverde.com

Youtubers do passado: amigos mostram acervo inédito de imagens de Teresina

O programa especial Teresina Ontem e Hoje contou com imagens exclusivas do acervo pessoal dos amigos João Fontenele Neto e Wladimir Soares Mesquita Neto, feitas pela dupla na década de 80 e início de 90; em uma época que não era fácil ter câmeras digitais, muito menos celulares com recurso de filmagem. 

O publicitário João Neto falou sobre como os poucos recursos eram usados para registrar a Teresina de antigamente. As gravações feitas com o amigo possuíam mais o tom de diversão do que profissional. Mas, independente da motivação, o acervo é um rico documento histórico sobre os costumes e os lugares que marcaram a história da capital piauiense. 

As gravações não tinham roteiro nem eram planejadas, conta o advogado Wladimir. Eles aproveitavam alguns temas divulgados na imprensa para questionar os moradores nas ruas, de eleições municipais, campeonato de skate ao lazer no antigo Jockey Center.  

"Meu pai tinha um assistência técnica eletrônica, e eu sempre tinha acesso a câmeras. Eu andava com a câmera no carro. Eu parava e filmava alguma coisa", relembra Fontenele. 

Wladimir relembra que a dupla falava de assuntos aleatórios. "O que dava na cabeça a gente saia perguntando. Não tinha um roteiro. Ninguém programava nada para fazer isso. Simplesmente saia. Uma vez eu filmava, outra vez o João filmava. O João era o nosso 'amigo tecnológico', tudo de tecnologia a gente conhecia na casa dele", conta 

Eles saiam pelas ruas fazendo enquetes e até entravam em festas para poder "registrar o momento". Os entrevistados chegavam a perguntar em que canal de televisão iriam passar, mas, na verdade, as cenas - após gravadas - eram editadas e guardadas, sem exibição posterior. 

"A proposta era pura diversão porque a gente não tinha como divulgar. A gente filmava, ia para a casa do João, edita, assistia - se divertia vendo as imagens (e depois guardava)",  conta o advogado.

Sobre o ontem que eles fazia e o hoje em plena "era dos youtubers - que tudo grava e expõe na internet, Fontenele conta que a principal diferença do que eles faziam com os que fazem hoje é a possibilidade de uma divulgação rápida e fácil, devido, atualmente, o poder da internet.  "Hoje você filma aqui e instantaneamente já está na rede para todo mundo vê", ressalta. 

Se antes, como citado pela dupla, as filmagens eram mais por diversão, hoje virou fonte de renda para jovens e adultos; e até mesmo crianças já conseguem faturar publicando vídeos na internet. 
 


Wladimir e João Neto, respectivamente (Foto: Roberta Aline)

 

Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com