Cidadeverde.com

Hospital de Bom Jesus implanta serviço de teste da orelhinha

Para reforçar a descentralização dos serviços oferecidos pelo Sistema Único de Saúde, o Hospital Regional Manoel de Sousa Santos, em Bom Jesus, implantou o serviço de fonoaudiologia para a realização de testes da orelhinha em recém-nascidos. Inicialmente, serão atendidos os pacientes nascidos na própria unidade hospitalar, podendo ser ampliado para os municípios do entorno de Bom Jesus.

“Vimos a necessidade de abrir esse setor devido ao perfil obstétrico do hospital, que realiza uma média de 100 a 120 partos por mês. Agora, além da assistência humanizada já feita às mães, a população que é atendida nesta unidade, irá dispor de mais esse benefício”, disse o diretor-geral da unidade, Helder Meneses. E o primeiro exame já foi realizado, no filho da dona Lucineide Alves da Silva, de Redenção do Gurgueia.

Para tanto, foram investidos mais de R$ 14 mil na compra dos equipamentos necessários para a implantação do serviço. Os atendimentos tiveram início nesta semana e, segundo o diretor, “acreditamos que a produtividade vai ser muito boa, com uma média de três testes por dia, considerando o número de partos que realizamos. A perspectiva é que, ao longo do ano, consigamos ampliar os serviços de fonoaudiologia”.

Teste da Orelhinha

É realizado no segundo ou terceiro dia de vida. Esse exame consiste na colocação de um fone acoplado a um computador na orelha do bebê que emite sons de fraca intensidade e recolhe as respostas que a orelha interna do bebê produz.

O exame não tem contraindicações e pode ser feito com o bebê dormindo. Recomenda-se que o teste seja feito no primeiro mês de vida, mas todos os bebês devem passar pelo exame.