Cidadeverde.com

Contra perda de direitos e desesperanças, Coisa de Nêgo abre o carnaval de Teresina

Fotos: Roberta Aline/Cidadeverde.com

Com o tema “Tambores por Esperança”, o bloco afro-cultural Coisa de Nêgo abre o carnaval de Teresina nesta sexta-feira (9) na zona Norte da capital.  Neste ano o grupo abordará o tema “Tambores Por Esperança” para protestar contra “perdas de direitos” e as “desesperanças” da população negra. 

O Coisa de Nêgo é o único bloco afro-cultural carnavalesco do Piauí, reúne membros de terreiros de umbanda e chega a sua 27ª edição neste ano. Após o tradicional “arrastão” na Avenida Boa Esperança, os foliões encerram o percurso na Praça dos Orixás, no Parque Lagoas do Norte.

“Estamos com o tema "Tambores por Esperança" para que nós possamos dialogar com nossas desesperanças porque a gente vive um momento bastante complicado, com várias perdas de direitos dos negros, das comunidades quilombolas, várias decepções, intolerância relogiosa, racismo e a perseguição dos negros e negras, que é bastante forte tanto a nível estadual, como nacional”, explica Assunção Aguiar, coordenadora do bloco.

Apesar do “momento complicado” que a coordenação do bloco aborda, o Coisa de Nêgo tem expectativa que dias melhores virão e protestará por isso na Avenida.  

“Temos esperança da gente acabar com a violência contras as crianças, essa questão da pedofilia. Precisamos ter esperança de uma sociedade mais justa e igualitária”, destaca Assunção Aguiar. 

Asssunção Aguiar, coordenadora do bloco Coisa de Nêgo

Percurso

Os foliões do bloco Coisa de Nêgo iniciam o “arrastão” na Avenida Boa Esperança às 16h. A concentração é na frente da escola municipal Dilson Fernandes e o encerramento será com uma festa na Praça dos Orixás. 

“O ponto final é na Praça dos Orixás, com o grupo Coisa de Nêgo, Ijexá, grupo de samba, axé e de pagode. Será um momento bastante significativo para nós que somos da cultura negra”, convida Assunção. 


Izabella Pimentel
redacao@cidadeverde.com