Cidadeverde.com

FMS orienta sobre infecções sexualmente transmissíveis no Corso

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) vai intensificar o trabalho preventivo durante o Corso com um espaço embaixo da Ponte Estaiada. No local, equipes estarão distribuindo insumos de prevenção às infecções sexualmente transmissíveis (ISTs). Na oportunidade, serão distribuídos materiais educativos e preventivos, como preservativos masculinos, femininos e gel lubrificante.

Além disso, os profissionais de saúde estarão informando a populações sobre os riscos das ISTs e as formas de prevenção. “Nós fazemos esse trabalho o ano inteiro e nos períodos festivos procuramos reforçar nas prévias carnavalescas e no próprio carnaval, visitando bares e clubes”, diz Alana Niége, coordenadora de DST/AIDS da capital.

Assim como em 2018, este ano o foco da campanha será no público jovem, que também é o principal frequentador da folia. “Eles são os que menos usam camisinha e são os que mais são acometidos por infecções sexualmente transmissíveis. São também os que menos aderem ao tratamento”, diz Alana Niége. “O foco são os jovens, mas também não deixamos de lado as outras faixas etárias”, finaliza a coordenadora.

Ela informa ainda que em anos anteriores a coordenação de IST distribuiu durante prévias e carnaval uma média de 50.000 preservativos masculinos, 25.000 gel lubrificante e 2.000 preservativos femininos.

 

redacao@cidadeverde.com