Cidadeverde.com

Veja as fantasias mais curtidas e que faturaram prêmio de R$ 1 mil cada no Corso 2020

A Fundação Monsenhor Chaves (FCMC) divulgou nesta quinta-feira (20) as fantasias vencedores do Corso de Teresina 2020, que ocorreu no sábado (15).

De todos os foliões que usaram a #fantasiacorso2020, a comissão julgadora separou 40 publicações postadas nas redes sociais que foram republicadas na rede social da FCMC. Dessas 40, as 20 mais curtidas venceram a disputa e cada uma levou o prêmio de R$ 1 mil. 

Confira as fantasias vencedoras: 

 

 

 

Tensão,Tesão & Criação estreia bloco de carnaval na Praça Pedro II nesta sexta

Foto: divulgação/BiaeosBecks

O projeto Tensão, Tesão & Criação vai botar bloco na rua  para estrear no carnaval  de Teresina nesta sexta-feira (21). A festa começa às 16h, na Praça Pedro II, e contará com as atrações Bia e os Becks e Os The Pé Inchado.

O projeto Tensão, Tesão & Criação há cinco anos  realiza  tradicionais rodas de poesia que já estão no calendário cultural do Centro Histórico da capital. Em 2020, a ideia de montar o bloco surgiu com o intuito de recolocar a praça Pedro II no circuito do carnaval de Teresina.

“O bloco é uma ação do projeto Tensão, Tesão & Criação em consonância com a questão da  valorização e revitalização do Centro Histórico de Teresina.  Sexta-feira de carnaval era um dia sem programação no Centro e  viemos ocupar essa data e esse local. O bloco abre o carnaval de Teresina”, comenta o  produtor cultural João Henrique Vieira.

O evento é gratuito e a organização garante muita animação e segurança aos foliões que irão ao bloco. A programação inicia às 16h com apresentação da banda Os The Pé Inchado.

 “Que todos venham ocupar a praça com alegria, segurança e beleza.  Eu quero agradecer a todas as pessoas que apoiam esse projeto. Estamos preparando uma estrutura para oferecer uma festa organizada, animada e com bandas piauienses”, adianta João Henrique.


Foto: divulgação/Os The Pé Inchado.

Os The Pé Inchado prometem um repertório especial de carnaval. O som da banda é um mix de influências como carimbó, lambada, rock, dance, reggae, brega, funk e qualquer outra coisa que tenha um apelo cômico e cênico. A performance é um grande diferencial e  cada apresentação trabalha com figurinos diferenciados e que facilitam a interação com o público.

Os membros da banda são figuras experientes no cenário musical de Teresina, cada um de um gênero diferente, o que faz com que a sonoridade seja tão ímpar.

A segunda atração da noite, encerrando a programação, será a banda Bia e Os Becks. Destaque nas maiores prévias de carnaval de Teresina, os shows da banda são uma verdadeira festa, um espetáculo, conduzidos pela personalidade marcante e cativante da vocalista Bia Magalhães.

 “A gente vai fazer uma mistura de tudo que há de bom no mundo, que nem as meninas superpoderosas. Vai rolar um pouco de tudo. Axé, marchinha estilizada, músicas do momento, vai ser tudo”, adianta Bia Magalhães.


Da Redação
[email protected] 

Fundação Monsenhor Chaves divulga caminhões vencedores do Corso 2020

Mais uma vez consagrado como o maior evento carnavalesco do Piauí, o Corso de Zé Pereira 2020 atraiu foliões de todas as idades e tribos. Os que fizeram a festa em cima dos caminhões participaram do concurso para garantir a premiação de R$ 10 mil.

Uma comissão de jurados escolheu os melhores carros alegóricos que desfilaram na Av. Raul Lopes, no último dia 15, usando critérios como criatividade, alegria, composição do caminhão e produção.  No quesito animação, quem levou foi o caminhão “O Circo”, enquanto o mais bem produzido foi o “Casino do Fubika”. O mais criativo foi para o carro alegórico “Boate Azul”.

“São R$ 10 mil para cada caminhão. Estamos satisfeitos com o evento e com a participação do teresinense nessa festa, criada para eles”, afirma Paulo Dantas, gerente de promoção cultural da Fundação Monsenhor Chaves.

Fotos: Roberta Aline/Cidadeverde.com 

 

Além do desfile de veículos enfeitados, seis palcos temáticos fizeram da noite um momento único de celebração. A festa também contou com um concurso de fantasias, que premiará as 20 mais curtidas no Instagram oficial da FMC (@cultura_the).

 

Da redação
[email protected] 

Prefeitura recolhe 8,1 toneladas de lixo após Corso de Teresina

O Corso do Zé Pereira de Teresina agitou a capital piauiense reunindo aproximadamente 140 mil foliões na Av. Raul Lopes, zona Leste, no último sábado (15). Durante e após o evento 258 profissionais trabalharam na limpeza e conservação da região, coletando 8,1 toneladas de resíduos deixados nas ruas.

Ao todo, foram utilizados nove caminhões compactadores, 226 agentes de limpeza e 32 agentes de coleta, distribuídos por equipes atuando em diferentes horários do evento. Os trabalhadores atuaram nas principais vias de concentração dos foliões, como Av. Raul Lopes, Cajuína, Petrônio Portela, Ininga, Jóquei e Dom Severino e vias transversais.

De acordo com a supervisora de limpeza pública da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), Lílian Guimarães, a Prefeitura já tem uma estratégia de limpeza específica para o Corso, garantindo que as principais áreas de circulação do evento permanecessem limpas durante e depois da folia.

“Dividimos os colaboradores em duas equipes: uma para atuar enquanto o Corso acontecia e outra após o encerramento. No ano passado utilizamos a mesma estratégia e coletamos 7,2 toneladas de resíduos, garantindo a cidade limpa. Fizemos alguns ajustes, aumentamos a equipe e quantidade caminhões coletores, para garantir mais agilidade no serviço e o resultado foi bastante positivo”, comentou a coordenadora.


Da Redação
[email protected]

SAMU atendeu 57 foliões que precisaram de serviços médicos durante o corso

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU)  Teresina atuou durante toda a festa do Corso.  Foram realizados 57 atendimentos e três remoções de pacientes (dois para hospitais da rede municipal e um para hospital da rede particular). O posto médico ficou montado no estacionamento da Ponte Estaiada e contou com médico urgentista, enfermeiros intervencionistas, técnicos de enfermagem.
  
“O fluxo do atendimento dentro do estande foi realizado da seguinte forma: O paciente ao entrar no local foi acolhido pelo médico ou enfermeiro que fez a classificação de risco e simultaneamente um técnico fez a ficha de atendimento. Em seguida, dependendo da classificação do risco, o mesmo foi atendido em macas e colocado em observação, sendo avaliado constantemente. Aqueles que apresentaram melhora do quadro clínico receberam alta do pronto atendimento”, explicou Eduardo Cordeiro, médico do SAMU.
  
O trabalho envolveu todos os hospitais da Rede Municipal, pois além do estande montado com as equipes do SAMU, ainda tinham uma ambulância do Corpo de Bombeiro localizada no Balão de Newland, uma ambulância do SAMU localizada no cruzamento da rua João Elias Tarjra com a rua Raul Lopes, bem como uma equipe extra no hospital da Primavera para dar suporte aos foliões. O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) ficou como referência para os casos graves.

 

Da Redação
[email protected]  

Público anima Corso de Teresina e chega a 100 mil participantes, confirma PM

  • Untitled-80.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-79.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-71.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-57.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-55.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-41.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-36.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-33.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-32.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-29.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-28.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • foliao3.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • foliao2.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • foliao1.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-24.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-23.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-21.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-20.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-19.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-18.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-17.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-16.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-15.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-14.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-13.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • foliões.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com


O público no Corso de Teresina chegou a 100 mil pessoas, confirma o relatório preliminar do Polícia Militar do Piauí, divulgado neste domingo (16) sobre o evento que ocorreu no sábado (15) e animou a Avenida Raul Lopes. A estimativa da Prefeitura de Teresina era a presença de 300 mil participantes. Cerca de 600 militares fizeram a segurança do evento.

"Mais de 100.000 pessoas brincado e não tivemos feridos graves, apenas acidentes oriundos do próprio folião que caiu; nenhum roubo de carros, ocorrências com armas de fogo, violência contra a mulher registradas", comentou o tenente-coronel Adriano Lucena, comandante do Comando Metropolitano 1 e coordenador geral de Policiamento do Corso de Teresina

Ao todo foram registrados 52 Boletins de Ocorrência por furto e roubo durante o evento. O relatório também aponta que "durante o corso não foram feitas conduções e/ou prisões, houve apenas uma condução após o término do desfile pelo BOPE (Batalhão de Operações Especiais)". Um adolescente de 17 anos foi apreendido. 

Sobre essa ocorrência, o relatório explica que por volta das 01h30 de hoje um senhor acionou uma viatura do BOPE e relatou o furto da sua motocicleta, que estava estacionada próxima ao Parque Potycabana, na Av. Raul Lopes. Com a ajuda de um rastreador, os policiais localizaram a moto na posse do adolescente, que foi encaminhado para a Central de Flagrantes. 

"A Polícia Militar do Piauí avalia com positividade a execução do planejamento para o policiamento do Corso 2020. Estamos em uma constante evolução, num acúmulo de expertises dos corsos anteriores - que cada vez mais conseguimos colocar na rua um efetivo adequado, com tecnologia adequada e com procedimentos necessários para fazermos frentes as demandas e as necessidades do cidadão. É claro que contingências ocorrem, mas o nosso julgamento é que todos os procedimentos planejados foram muito bem executados; agora é fazer a análise para a melhoria desse planejamento e desse serviço que devemos prestar à sociedade piauiense", acrescentou o coordenador geral.


Foto: Haroldo Fabrício/TV Cidade Verde


OCORRÊNCIA COM MILITARES
ZERO

OCORRÊNCIA DE TRÂNSITO
Um veículo próximo ao Teresina Shopping colidiu com um poste, apenas danos materiais.

BOLETIM E OCORRÊNCIA
Foram feitos 52 BOs por roubo e furto.

ARMAS RECOLHIDAS
De Fogo:  ZERO
Branca:  02 facas

DROGAS APREENDIDAS
ZERO

RECURSOS ENVOLVIDOS
600 militares estaduais 
53 viaturas 04 rodas
25 motocicletas
13 centauros

PÚBLICO PRESENTE
Em torno de 100.000 pessoas.


Carlienne Carpaso
[email protected] 

Homenagens, chuva e irreverências marcam o Corso de Teresina em 2020

  • Untitled-80.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-79.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-71.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-57.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-55.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-41.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-36.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-33.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-32.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-29.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-28.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • foliao3.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • foliao2.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • foliao1.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-24.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-23.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-21.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-20.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-19.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-18.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-17.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-16.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-15.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-14.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • Untitled-13.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com
  • foliões.jpg Roberta Aline e Yasmim Cunha/ Cidadeverde.com

A chuva e a criatividade dos foliões marcaram o Corso de Teresina em 2020. O maior desfile de carros decorados do mundo teve início às 17h na avenida Raul Lopes, na zona Leste. Vinte caminhões passaram pelo corredor da folia. Muitos deles tradicionais na festa como o Bode dos Medonhos. Mas foram as fantasias que roubaram a cena este ano. Os foliões investiram em cada detalhe de olho na premiação promovida pela Prefeitura.

Teve pai fantasiado de transformers, bailarina de noiva cadáver e uma família inteira de gregos, além da presença ilustre do Chacrinha e a rainha de copas. As crianças também marcaram presença no Corso.

O prefeito Firmino Filho (PSDB) compareceu à avenida e avaliou o último corso de sua gestão. Segundo ele, a diminuição no número dos caminhões inscritos na festa não é um termômetro para medir o êxito do Corso. 

Os palcos montados ao longo do percurso da Avenida Raul Lopes foram uma atração à parte. O palco Samba e Pagode homenageou o deputado estadual Fernando Monteiro, que faleceu em dezembro de 2019.

No quesito segurança, o secretário de Segurança, Fábio Abreu, avaliou como positivo o trabalho realizado. Ele comemorou os números do “Protege Celular”. Segundo o secretário, 3 mil foliões aderiram ao aplicativo que tem como objetivo desenvolvido para combater o roubo, o furto e a prática de comercialização de celulares com restrição, durante o evento.

Cinco monitorados por tornozeleira eletrônica foram barrados no corso de Teresina até às 20h30. Vinte pessoas registraram  boletins de ocorrência, sendo a maioria por furto de celular, sem nenhum tipo de situação grave.

Até o final do evento a Polícia Militar não tinha divulgado a quantidade de foliões na avenida. A expectativa da Prefeitura de Teresina era de 300 mil pessoas.

Hérlon Moraes
[email protected]

 

Amigos capricham na purpurina azul para homenagear o céu de Teresina no Corso

Foto: Yala Sena

Quatro amigos se reuniram para criarem uma fantasia original e barata para o Corso 2020.  Pesquisaram na internet e resolveram homenagear o céu de Teresina.

Os NU-VEM gastaram R$ 20 cada um com a produção e fizeram sucesso no pré-carnaval.

Guilherme, Felipe, Ramon e André afirmaram que o céu da capital é o "mais bonito do mundo", azul com suas nuvens e se reuniram para fazer. 

“Foi original e ao mesmo tempo fácil porque depois de cortar as nuvens era só se encher de purpurina azul. Foi muito rápido a produção e não deixou de ser criativa”, argumentaram os amigos. 

 

Caroline Oliveira
[email protected]

Balanço parcial do corso tem mais de 20 boletins de ocorrência e monitorados por tornozeleira

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

Cinco monitorados por tornozeleira eletrônica foram barrados no corso de Teresina até às 20h30. O secretário estadual de Justiça, Carlos Edilson, compara os dados com o ano anterior quando em todo o evento foram registradas 38 ocorrências. 

"Todos eles foram abordados antes de entrar no corredor da folia, conduzidos e vamos comunicar a situação ao poder judiciário", disse o secretário. 

Já o Centro Integrado de Segurança monitora as ocorrências criminais na festa. Até o mesmo horário, mais de 20 vítimas registraram  boletins de ocorrência, sendo a maioria por furto de celular, sem nenhum tipo de situação grave.

 

Flash Graciane Sousa
[email protected] 

3 mil pessoas se cadastram no “Protege Celular” no Corso de Teresina

Foto: Yasmim Cunha

O secretário de Segurança, Fábio Abreu, esteve presente no Corso de Teresina e avaliou como positivo o esquema de segurança adotado no evento. Abreu comemorou os números do “Protege Celular”. Segundo o secretário, 3 mil foliões aderiram ao aplicativo que tem como objetivo desenvolvido para combater o roubo, o furto e a prática de comercialização de celulares com restrição, durante o evento.

“Essa é uma ideia que trouxemos para aumentar a segurança no Corso. As pessoas aderiram ao aplicativo. A vítima pode incluir imediatamente o seu celular na lista de aparelhos com restrição”, destacou.

Fábio Abreu afirma que o uso de câmeras de segurança ajudou a reforçar a segurança do evento. 

“Pelo que fizemos em termo de percurso, a segurança está muito boa, principalmente, onde tem atividade. Os pontos elevados, que são utilizados pelos policiais militares, associados a esses pontos temos as câmeras de monitoramento. Essas câmeras são controladas pelo Centro Integrado. Tudo muito bem coordenado. Acredito que teremos o Corso mais tranquilo do que foi ano passado”, destacou. 

O secretário, que é pré-candidato a prefeito, falou da importância do Corso para a cidade. “Acredito muito na questão de primeiro valorizar as tradições do povo de Teresina. O Corso no período de carnaval talvez seja a tradição maior que nós temos de Teresina”, disse.

Lídia Brito
[email protected]

Posts anteriores