Cidadeverde.com

Guarda-chuva virou parte da fantasia do Corso

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

O guarda-chuva é um acessório a mais que os foliões do Corso deste ano estão usando. Tanto os foliões que vieram bricar, quanto os que vieram ganhar uma renda extra, não dispensaram o acessório. 

Marcilene Nunes, grávida de três meses, trouxe o seu porque não queria correr o risco de se molhar, numa fase crucial da gestação. “Eu vim acompanhando meu namorado que está vendendo bebidas. Na hora que a gente chegou não estava chovendo, mas eu trouxe para prevenir”, conta.

O cantor Osmir Pires trouxe din-din na esperança de vender, mesmo com a chuva. “Teresina é quente, mesmo com essa chuva. Acredito que vou conseguir vender. Mas, quero mesmo é divulgar meu trabalho como cantor do Youtuber”, afirmou. 

As amigas Liz Botelho, Denise, Lilia Fontenele, Lorena e Jaciele também trouxeram os guarda-chuvas para a folia e dizem que é a primeira vez que participam do Corso com chuva. “Trouxemos para prevenir, mas não queríamos usar. Ainda ficamos dentro do carro esperando passar um pouco, quando vimos que não ia passar, resolvemos descer e curtir a folia”, disse Liz.  

fFoto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

fotos: Caroline Oliveira

 

Caroline Oliveira
[email protected]