Cidadeverde.com

3 mil pessoas se cadastram no “Protege Celular” no Corso de Teresina

Foto: Yasmim Cunha

O secretário de Segurança, Fábio Abreu, esteve presente no Corso de Teresina e avaliou como positivo o esquema de segurança adotado no evento. Abreu comemorou os números do “Protege Celular”. Segundo o secretário, 3 mil foliões aderiram ao aplicativo que tem como objetivo desenvolvido para combater o roubo, o furto e a prática de comercialização de celulares com restrição, durante o evento.

“Essa é uma ideia que trouxemos para aumentar a segurança no Corso. As pessoas aderiram ao aplicativo. A vítima pode incluir imediatamente o seu celular na lista de aparelhos com restrição”, destacou.

Fábio Abreu afirma que o uso de câmeras de segurança ajudou a reforçar a segurança do evento. 

“Pelo que fizemos em termo de percurso, a segurança está muito boa, principalmente, onde tem atividade. Os pontos elevados, que são utilizados pelos policiais militares, associados a esses pontos temos as câmeras de monitoramento. Essas câmeras são controladas pelo Centro Integrado. Tudo muito bem coordenado. Acredito que teremos o Corso mais tranquilo do que foi ano passado”, destacou. 

O secretário, que é pré-candidato a prefeito, falou da importância do Corso para a cidade. “Acredito muito na questão de primeiro valorizar as tradições do povo de Teresina. O Corso no período de carnaval talvez seja a tradição maior que nós temos de Teresina”, disse.

Lídia Brito
[email protected]