Cidadeverde.com

Amigos capricham na purpurina azul para homenagear o céu de Teresina no Corso

Foto: Yala Sena

Quatro amigos se reuniram para criarem uma fantasia original e barata para o Corso 2020.  Pesquisaram na internet e resolveram homenagear o céu de Teresina.

Os NU-VEM gastaram R$ 20 cada um com a produção e fizeram sucesso no pré-carnaval.

Guilherme, Felipe, Ramon e André afirmaram que o céu da capital é o "mais bonito do mundo", azul com suas nuvens e se reuniram para fazer. 

“Foi original e ao mesmo tempo fácil porque depois de cortar as nuvens era só se encher de purpurina azul. Foi muito rápido a produção e não deixou de ser criativa”, argumentaram os amigos. 

 

Caroline Oliveira
[email protected]

Balanço parcial do corso tem mais de 20 boletins de ocorrência e monitorados por tornozeleira

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

Cinco monitorados por tornozeleira eletrônica foram barrados no corso de Teresina até às 20h30. O secretário estadual de Justiça, Carlos Edilson, compara os dados com o ano anterior quando em todo o evento foram registradas 38 ocorrências. 

"Todos eles foram abordados antes de entrar no corredor da folia, conduzidos e vamos comunicar a situação ao poder judiciário", disse o secretário. 

Já o Centro Integrado de Segurança monitora as ocorrências criminais na festa. Até o mesmo horário, mais de 20 vítimas registraram  boletins de ocorrência, sendo a maioria por furto de celular, sem nenhum tipo de situação grave.

 

Flash Graciane Sousa
[email protected] 

3 mil pessoas se cadastram no “Protege Celular” no Corso de Teresina

Foto: Yasmim Cunha

O secretário de Segurança, Fábio Abreu, esteve presente no Corso de Teresina e avaliou como positivo o esquema de segurança adotado no evento. Abreu comemorou os números do “Protege Celular”. Segundo o secretário, 3 mil foliões aderiram ao aplicativo que tem como objetivo desenvolvido para combater o roubo, o furto e a prática de comercialização de celulares com restrição, durante o evento.

“Essa é uma ideia que trouxemos para aumentar a segurança no Corso. As pessoas aderiram ao aplicativo. A vítima pode incluir imediatamente o seu celular na lista de aparelhos com restrição”, destacou.

Fábio Abreu afirma que o uso de câmeras de segurança ajudou a reforçar a segurança do evento. 

“Pelo que fizemos em termo de percurso, a segurança está muito boa, principalmente, onde tem atividade. Os pontos elevados, que são utilizados pelos policiais militares, associados a esses pontos temos as câmeras de monitoramento. Essas câmeras são controladas pelo Centro Integrado. Tudo muito bem coordenado. Acredito que teremos o Corso mais tranquilo do que foi ano passado”, destacou. 

O secretário, que é pré-candidato a prefeito, falou da importância do Corso para a cidade. “Acredito muito na questão de primeiro valorizar as tradições do povo de Teresina. O Corso no período de carnaval talvez seja a tradição maior que nós temos de Teresina”, disse.

Lídia Brito
[email protected]

Mães investem em fantasias para filhos concorrerem a prêmio

Foto: Yala Sena/Cidadeverde.com

A dona de casa Adriana Rodrigues pediu ajuda da professora do filho, Francisco Lucas, de 4 anos, para colocá-lo para concorrer no concurso de fantasias do Corso de Teresina e vestiu o pequeno de bombeiro.

“Ele vem desde um aninho e esse ano eu queria que ele concorresse a melhor fantasia, por isso pedi para a professora e ela construiu tudo, desde as ferramentas, a roupa e o carro”, conta a mãe, agradecendo a professora Socorro. 

Foto: Caroline Oliveira

Os primos Yan Rufino e Theo Rodrigues, ambos de 5 anos, vestidos de peças de lego, já ganharam o concurso de fantasia da escola neste sábado e também concorrem ao feito no corredor da folia. 

Os meninos já conhecem a folia do Corso desde pequenininhos, já que moram no bairro Primavera, onde antes se concentravam os caminhões. “Ano passado vieram de super heróis, esse ano de peças de lego. Todos os anos eles vêm, brincam e se divertem”, conta a mãe. 

 


Caroline Oliveira
[email protected]

 

 

Bailarina se veste de noiva cadáver para concorrer a melhor fantasia

Fotos: Yala Sena

Produzida para concorrer mais uma vez a um dos prêmios de melhor fantasia do corso, a bailarina Jeciane Sousa, veio de Noiva Cadáver. Ano passado ela se vestiu de melancia e ganhou R$ 1 mil no concurso da Prefeitura. 

“Ganhar uma vez me incentivou a fazer uma mais produzida. Então o figurinista Adriano Abreu me deu a proposta eu acatei”, informou a bailarina.
 
Ela disse que tem toda uma historinha por traz da fantasia. “Estou à procura do meu noivo que me abandonou no corso do ano passado”, disse.  

Outras fantasias

“Bit Coin: não investe em mim que não estou valendo nada” foi a fantasia que as primas Thalia Bandeira e Ana Luiza criaram para participarem do Corso 2020. As estudantes de Direito curtem à folia e se divertem com o tema.

“Queríamos uma fantasia original e fizemos esse trocadilho”, afirmou Thalia. 

Ana Luiza, que é de São Luís-MA, participa do Corso pela primeira vez. “Eu vim porque minha prima me chamou, falando da popularidade do evento e como é carnaval tá valendo, mesmo com chuva”, destacou.

 

Caroline Oliveira
[email protected]

Fernando Monteiro é homenageado no Corso e filho se emociona

Os palcos montados ao longo do percurso da Avenida Raul Lopes têm sido a atração do Corso. O palco Samba e Pagode  homenageia o deputado estadual Fernando Monteiro que faleceu em dezembro de 2019.

Emocionado, Marquinhos Monteiro, filho do deputado, relembra o pai. 

"Estou sem palavras, muito emocionado. Meu pai gostava de diversão, samba, de Carnaval e estar aqui hoje é sentir ele perto",  disse o filho.

Fotos: Roberta Aline

No palco, a banda 100% Só pra Sambar anima os foliões.

 


Flash Graciane Sousa
[email protected] 

Família gasta R$ 100 em três fantasias de personagens em quadrinhos

Foto: Roberta Aline

O professor de Química, Nelson  Santos e a esposa Aline Cereja trouxeram os filhos Pedro de 7 anos e Rodrigo de 3 anos, para o Corso de Teresina vestidos a caráter com personagens dos quadrinhos.

Cada um escolhe a sua fantasia e o pai é quem confecciona. Ele afirma que gastou cerca de R$ 100 nas três fantasias, feitas de EVA, tecido e cola. O pai de Homem de Ferro, o filho mais velho de Flash e o menor de Sonic.

“Eu gostei muito, porque está todo mundo querendo tirar fotos com a gente. Somos a sensação”, disse Pedro.

É a segunda vez que a família inteira participa da festa. “Ano passado viemos muito tarde e ninguém viu. Esse ano chegamos na hora certa e eles estão adorando”, afirmou o pai.

Caroline Oliveira
[email protected]

“Número de caminhões não é termômetro para o Corso”, diz Firmino Filho

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

O prefeito Firmino Filho (PSDB) compareceu à avenida do Corso 2020. Acompanhado da primeira-dama, deputada Lucy Soares (Progressistas), e de vereadores da base aliada, o prefeito falou das mudanças vividas pela festa nos últimos anos.

Para Firmino, a diminuição no número dos caminhões inscritos na festa não é um termômetro para medir o êxito do Corso. 

“Alegria não se mede por número de caminhões. Se mede pelas pessoas, pela diversão dos foliões na avenida. Se mede pela capacidade das pessoas extravasarem a sua criatividade e seus sentimentos. É a maior festa popular do Piauí. Isso já é suficiente para nos alegrarmos. Número de caminhões não é termômetro para o Corso”, afirmou. 

O Corso ocorreu em meio ao uma fina chuva que não desanimou os foliões. Firmino afirma que a chuva deu uma cara diferente para a festa. 

“É importante destacar que a população compareceu mesmo com as ameaças de São Pedro. O Corso é festa, é alegria com ou sem água. A cada edição o Corso se reinventa. Não tenho dúvida que a participação de São Pedro deu um toque diferente a essa festa”, disse.

Flash Lídia Brito
[email protected]

Presidente da FMC avalia corso e diz que chuva não desanimou

Foto: Roberta Aline

O presidente da Fundação Monsenhor Chaves, Luís Carlos Martins, avalia o corso como extremamente positivo e diz que a chuva não desanimou os foliões.  Entre os pontos altos da festa, ele cita o concurso de fantasias que, segundo ele, caiu no gosto dos foliões. 

"O concurso de fantasias está sendo um sucesso. Acho que a chuva animou ainda mais, pois houve um aumento na quantidade de pessoas. O corso é uma festa espontânea, aberta. A prefeitura tem que ir ao encontro da população", disse o presidente da FCM. 

Luis Carlos Martins diz que o corso de 2021 terá o mesmo formato. 

"Nossa avaliação é extremamente positiva. Vamos continuar a andar conforme o desejo das pessoas",  concluiu o presidente da FCM.

Graciane Sousa
[email protected]

Parlamentares progressistas exaltam campanha contra o assédio no Corso

Foto: Lidia Brito

A deputada federal Iracema Portala prestigia o Corso 2020  levando a campanha "e você me respeita, tem meu respeito". Acompanhada do vereador Aluísio Sampaio e de militantes do partido, a parlamentar falou contra o assédio.

"O Corso é um momento muito importante para Teresina. Já entrou para o calendário da cidade. Neste ano,  vinhemos com a campanha contra o assédio. Acreditamos que nosso papel como parlamentar é trazer para avenida temas como este", afirmou.

O vereador Aluísio Sampaio afirmou que o Corso é importante não só para a cultura, mas para a economia local. Ele também defendeu a luta contra o assédio.

"O Corso é um momento que fomenta a economia da cidade. Muita gente vem para se divertir, mas a muitos vem lucrar. Neste ano, o Progressistas vem com a mensagem contra o assédio",destacou.

Lidia Brito
[email protected]

Posts anteriores