Cidadeverde.com

Demissão por Justa Causa – empregado que frauda atestado médico

Em Santa Catarina (cidade de Jaraguá), empregada de uma fábrica de roupas foi demitida por justa causa em face alteração fraudulenta da data de atestado médico visando “enforcar” a sexta-feira de trabalho. A decisão é do TRT da 12ª Região. 

Consoante prova dos autos, a atestado médico tinha concedido dois dias de afastamento em favor da trabalhadora, até uma quinta-feira. Ao fornecer o referido documento a empresa, constatou-se uma rasura aduterando a data para o dia seguinte (sexta).