Cidadeverde.com

Baratas são usadas como modelos para construção de robôs

As baratas são consideradas insetos resistentes e causam asco na maioria das pessoas. Elas são encontradas praticamente em todos os lugares da casa (dependendo do grau de limpeza, porque se alimentam de restos de alimentos e outras sujeiras), mas impressionam pela agilidade em subir paredes, especialmente para fugir de chineladas.

Esta habilidade das baratas, um inseto relativamente grande, de passar do plano horizontal para o vertical foi estudada e está servindo como modelo para construção de robôs que detenham a mesma habilidade. Quando encontram uma parede as baratas se chocam contra elas em uma velocidade muito grande. Seu peso e sua arquitetura permitem suportar o impacto, ao tempo que utilizam a energia do choque como impulso para mudar o seu plano, da horizontal para a vertical.

Pesquisadores utilizaram o modelo e construíram um robô de apenas 16 gramas que utiliza a mesma propriedade. No futuro estes robôs podem vir a ser usados, em uma escala maior, especialmente para ajudarem no resgate de pessoas que se encontram sob escombros. Se a ideia for bem sucedida, logo poderemos ter estes pequenos robôs fazendo esta ação, ao invés de simplesmente se desviarem, como fazem os modelos de robôs atuais, inclusive usados como eletrodomésticos (no caso de alguns aspiradores de pó).

O vídeo a seguir mostra uma comparação entre as baratas e o robô feito com o seu padrão. Acompanhe:

A natureza gera exemplos interessantes que podem contribuir ajudando para melhorar nossas vidas.

Até o próximo post...