Cidadeverde.com

Mais uma propriedade da Aspirina em favor da saúde

Todo mundo já conhece as propriedades do Ácido Acetil-Salicílico. Conhecido pelos nomes comerciais como AAS ou Aspirina (dependendo do laboratório), há décadas é usado como um eficiente analgésico,

Além das funções para as quais fora criado, o AAS já vem sendo usado há muito tempo pelos pacientes com predisposição a problemas cardíacos. O medicamento retarda o processo de formação de coágulos, o que popularmente é conhecido como a capacidade de “afinar o sangue”. Por esta propriedade, o medicamento é totalmente contraindicado no caso de suspeita de Dengue, pois favorece a ocorrência de hemorragias.

A novidade agora foi a descoberta de que o uso do medicamento em pequenas doses pode ser importante no combate ao mal de Alzheimer. De acordo com pesquisadores da Universidade de Rush, em Chicago (EUA), o progresso do Alzheimer deve-se à formação de placas de uma proteína tóxica beta amiloide, especialmente na região cerebral do Hipocampo. O estudo feito em cobaias revelou que as doses de AAS estimulam a ação de lisossomos nas células, levando à degradação das placas.

O estudo foi publicado dia 02 de julho no Journal of Neuroscience.