Cidadeverde.com

Os fura-fila merecem ser punidos exemplarmente

O desrespeito às prioridades estabelecidas para a vacinação contra a Covid-19 não é só irregular, é imoral e até mesmo desumano. Enquanto centenas de profissionais de saúde se expõem diariamente em clínicas e hospitais com alto risco de contágio, espertalhões que não pertencem a esse meio dão um jeito de passar a perna nos outros e receber a vacina antes de todo mundo. É a velha mania de se dar bem a qualquer custo que ainda existe no Brasil.

Interessante notar que muitos dos que estão hoje atravessando o que determina a diretriz do Ministério da Saúde são negacionistas que até ontem debochavam da pandemia e até mesmo da coronavac, por sua origem chinesa, como se o princípio ativo ( IFA) de boa parte das vacinas, inclusive a de Oxford/Astrazeneca, não viesse de lá.

São pessoas sem senso de cidadania e respeito ao coletivo. Os profissionais de saúde não apenas colocam suas vidas em risco para salvar os outros como exercem um trabalho fundamental nesse contexto. Todos eles já estão cansados por quase um ano de atuação em condições adversas. Muitos adoeceram e outros tantos já morreram. Se continuarmos a perder profissionais de saúde para a Covid-19, quem irá tratar os pacientes que não param de chegar aos hospitais?

O Brasil não se preparou para vacinar sua população. O Ministério da Saúde não desenvolveu uma estratégia de compra antecipada, como fizeram outros países. Agora, corre atrás de doses minguadas para uma população gigantesca de 210 milhões de habitantes. É preciso que haja consciência para respeitar que as pouquíssimas doses disponíveis sejam destinadas a quem mais precisa neste momento.

 

HU dá alta a mais três pacientes de Manaus

Foto: Arquivo Cidadeverde.com

O Hospital Universitário dará alta, ainda na manhã de hoje, a mais três pacientes oriundos de Manaus que vieram para Teresina em busca de tratamento para a Covid-19, depois que a saúde do Amazonas entrou em colapso, com falta de leitos e de oxigênio. Ao todo, nove pacientes desembarcaram no Piauí, na última sexta-feira, em um avião da Força Aérea Brasileira.

Ontem de manhã, duas mulheres receberam alta e já se encontram em um flat de Teresina, aguardando que a Superintendência do Ministério da Saúde providencie a viagem de volta para casa. Os pacientes que deixarão o hospital hoje, já curados da Covid-19, são Danilo Moura de Araújo, 30 anos; Leonardo Rafael Perez Cova, 46; e Francinete Binda Dutra, 57.

Restam ainda quatro pacientes internados, mas todos com quadro estável e recebendo todo o suporte necessário para o tratamento da doença. O superintendente do Hospital Universitário, Dr. Paulo Márcio, o primeiro a se dispor a receber os brasileiros vindo do Amazonas, disponibilizou até mesmo um tablet para cada leito, a fim de que os pacientes pudessem se comunicar diariamente com suas famílias. Mais que um compromisso com a saúde, um gesto de sensibilidade em um momento tão difícil para quem foi obrigado a deixar sua terra natal, sem nem mesmo tempo para se despedir dos parentes.

 

Bandidos usam vacina para aplicar golpe por aplicativo

A vacina contra a Covid-19 tornou-se isca para o mais novo golpe aplicado por bandidos por meio de aplicativos. Pessoas inescrupulosas ligam para o celular da vítima dizendo que irão agendar a sua vacinação. Para isso, solicitam dados pessoais e acabam por clonar o aplicativo de mensagens. Não caiam nessa. É GOLPE!

O próprio Ministério da Saúde já emitiu nota esclarecendo que não está ligando para ninguém para agendar vacina. Até mesmo porque nem há vacinas disponíveis no momento. Quando houver, elas serão disponibilizadas de acordo com o calendário de fases já amplamente divulgado.

O Ministério lembra ainda que o cidadão não precisa de cadastro prévio no posto de saúde, nem no aplicativo Conecte SUS Cidadão. Este aplicativo é só para facilitar a identificação no momento de tomar a vacina. Se você tiver o cartão do SUS, deve levar ao posto, mas também não é obrigatório.

Quando chegarem novas doses da vacina contra a Covid-19, os meios de comunicação irão divulgar e dar publicidade ao calendário. O brasileiro não merece ser vítima de mais esse golpe em um momento já tão doloroso por causa de uma pandemia que ceifou mais de 200 mil vidas em todo o país. Portanto, não passem seus dados pessoais em ligações para agendamento de vacina. Isso não existe.

Justiça proíbe festas e shows em seis estabelecimentos de Teresina

O juiz Aderson Nogueira, da 1ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública proibiu a realização de festas e eventos promovidos por seis empresas de Teresina para evitar aglomerações durante o período da pandemia. A decisão do juiz atende a um pedido do promotor Eny Pontes, feito  na semana passada, para impedir a promoção de shows e prévias carnavalescas que estavam programados para a capital, com o potencial de reunir grande quantidade de pessoas, fugindo às recomendações do COE, que limita o número máximo de cem pessoas por evento.

Em um momento de recrudescimento da Covid-19, com a aceleração do número de casos e de mortes em razão das aglomerações provocadas nas festas de fim de ano, a Justiça resolveu intervir para combater um desastre maior.

O juiz também acatou o pedido de multa diária de R$ de 50 mil em caso de descumprimento da sentença. A decisão cita nominalmente seis estabelecimentos promotores de eventos festivos: a Jeitinho Produções, Flip Eventos, 309 Bar, Quinta do Visconde, The Lounge e Moon Pub House.

Ontem, a Guarda Civil Municipal iniciou a Operação Vita para fiscalizar os estabelecimentos e casas de show que estão promovendo aglomerações além do permitido.

É preciso lembrar que a vacina chegou, mas ainda em quantidade limitadíssima, apenas para os profissionais de saúde que estão atuando na linha de frente da Covid e idosos abrigados em asilos.

Piauí antecipa início da vacinação

O governador Wellington Dias participou hoje cedo, no Centro de Distribuição de Logística do Ministério da Saúde em Guarulhos, São Paulo, da solenidade de entrega dos primeiros lotes da vacina Coronavac, desenvolvida pela chinesa Sinovac e produzida no Brasil pelo Instituto Butantan.

O Piauí recebe hoje 61.160 doses que deverão ser aplicadas, prioritariamente, em profissionais de saúde que estão na linha de frente do tratamento da Covid-19, pessoas acima de 60 anos que moram em abrigos e asilos e pessoas acima de 18 anos com deficiência que residem em abrigos.

Hoje de manhã, o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, pediu aos governadores que já iniciem a vacina hoje mesmo, se possível. Inicialmente, o início da vacinação estava previsto para quarta-feira, dia 20. A decisão de antecipar é uma resposta do Ministério ao governador de São Paulo, João Dória (PSDB), que saiu na frente e aplicou ontem a primeira dose da vacina em uma enfermeira que trabalha no Instituto Emílio Ribas. Até o final da noite de ontem, mais de uma centena de paulistanos já havia sido imunizada.

As doses da vacina serão transportadas de São Paulo aos demais estados brasileiros em aviões de carreira das companhias aéreas Gol, Latam, Azul e Voepass, que se dispuseram a fazer o transporte gratuito da mercadoria mais desejada no momento. O Piauí recebe, portanto, as primeiras doses até o final da manhã de hoje e logo em seguida elas serão levadas para a Central de Frios do Estado, onde serão armazenadas até o transporte para os municípios.

Posts anteriores