Cidadeverde.com

Vai que é tua, Bolsonaro!

Políticos e figurões do alto comando dos governos, em todos os tempos, se acostumaram a viver acima da lei, como se o cargo que ocupam desse a eles a  prerrogativa para fazerem o que bem entendem, certos de que o braço da justiça jamais lhes alcançaria. A Lava Jato veio quebrar esse tabu, investigando e punindo quem desviou dinheiro público e causou prejuízo à  população que vive sobrecarregada de tanto pagar impostos.

Parecia que estava nascendo um novo Brasil, onde a justiça vale para todos. A força tarefa da Lava Jato conseguiu prender deputados, governadores, presidente da Câmara, ex-presidente da República e altos executivos das maiores empreiteiras do país na maior operação de combate à corrupção já vista no país.

Mas, incomodados com a possibilidade de virem a engrossar a fila dos encarcerados, os deputados trataram de aprovar, na última quarta-feira,de forma simbólica e apressada, um Projeto de Lei de Abuso de Autoridade para intimidar policiais, promotores, procuradores e magistrados no trabalho de investigação e punição, função para a qual são contratados e pagos regiamente pelo Erário. Esses profissionais são ameaçados de pagar multa e até mesmo de prisão, baseados em um texto bastante subjetivo, sujeito a interpretações adaptadas ao sabor de quem se sentir prejudicado.

Em uma casa repleta de deputados que têm contas e atos a esconder da luz da justiça, nem precisa dizer que o PL passou facilmente. Ma, para virar Lei, precisa passar pela sanção do presidente Jair Bolsonaro, eleito justamente com o discurso de que iria acabar com a corrupção no país. Portanto, está nas mãos do presidente a oportunidade de mostrar que seu governo cumpre o que prometeu e que está disposto, de fato, a colocar o Brasil acima de tudo. Veta, Bolsonaro!