Cidadeverde.com

Operação abafa pode acabar com a Lava Jato

Há tempos se fala em um movimento para acabar de vez com a Lava Jato, essa operação que ousou investigar e prender poderosos nunca antes incomodados por suas falcatruas. E esse movimento ocorre tanto por parte de parlamentares receosos de engrossarem as fileiras dos sentenciados, como por parte de quem deveria zelar pela justiça do país.

Ontem, o Supremo Tribunal Federal desferiu um golpe profundo na Lava Jato, ao firmar maioria de 6 votos a quatro pela admissão do direito do réu delatado ser o último a se pronunciar, falando depois do delator. O julgamento continua na próxima quarta-feira, mas já com resultado assegurado pelo placar de ontem.

O caso veio ao plenário após o argumento dos advogados de Aldemir Bendine, ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobrás, que conseguiu derrubar a sentença condenatória do réu, alegando que a sua defesa foi prejudicada porque os réus delatores falaram por último.

A decisão que será confirmada na próxima semana abre espaço para que todas as outras sentenças já firmadas até agora com base em delações premiadas também caiam por terra, ou melhor, por toga, inclusive a do ex-presidente Lula. Livrando  os réus já condenados pela Lava Jato, o Brasil reforça o sentimento de impunidade que predomina e confirma que, por aqui, o crime continua a compensar. Os criminosos festejam a decisão do STF.