Cidadeverde.com

Piauí pode contar com R$1,9 bilhão do Fundo Constitucional

Os  piauienses vão poder contar com até R$1,9 bilhão para investir em empreendimentos nas áreas de agricultura, pecuária, turismo, agroindústria, comércio, serviços e infraestrutura. É o dinheiro disponibilizado pelo Fundo Constitucional, administrado pelo Ministério do Desenvolvimento Regional e operado pelos bancos públicos. As regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste estão sendo contempladas com R$ 46,3 bilhões, dinheiro que deve ser aplicado para diminuir as desigualdades regionais. Ao Piauí foi destinado o equivalente a 10% do total destinado ao Nordeste.

Um dos objetivos do Fundo  é  fortalecer a infraestrutura nordestina e, para isso, estão sendo oferecidos R$ 10,3 bilhões para serem empregados em plantas de geração de energia elétrica renovável e construção de estradas e ferrovias, investimentos indispensáveis para o desenvolvimento da região. O setor de energia eólica e fotovoltaica, aliás, tem atraído grandes investimentos para o Piauí nos últimos anos.

Os interessados devem procurar os bancos públicos operadores do crédito. No caso do Piauí, o banco que irá operar com esse recurso é o Banco do Nordeste. A prioridade é para investidores de pequeno e médio porte, mas isso não significa que grandes investimentos também não possam ser beneficiados.

Para os empreendimentos rurais, o crédito contempla os agricultores familiares por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, com as taxas de juros mais baixas do mercado.  O financiamento pode ser usado tanto para a abertura de um negócio, como para expansão das atividades, aquisição de estoque e até administração da empresa, o que inclui aluguel, folha de pagamento e custeio de uma forma geral.