Cidadeverde.com

Sobe para 17 o número de mortes provocadas pelo coronavírus

 

Vez por outra, como em ciclos históricos, a humanidade se vê à volta com uma nova ameaça à saúde global. Agora, mais uma vez, a ameaça vem da China, com a nova cepa do coronavírus. Surgido inicialmente na província de Wuhan, a doença está se alastrando com um registro de 17 mortes e 444 pessoas infectadas até o momento.

Os sintomas do novo coronavírus chinês se apresentam sob a forma de febre alta, tosse, dor no peito, falta de ar e dificuldade para respirar. Alguns casos evoluem para a pneumonia. A preocupação maior é com a proximidade no ano novo lunar, que é feriado na China, e leva milhares de chineses a viajar, o que contribuiria para espalhar o vírus. Os Estados Unidos já confirmaram o primeiro caso da doença.

Para refrescar a memória dos leitores, foi na China também  que surgiu a SARS – Síndrome Respiratória Aguda Grave - que provocou 800 mortes  entre 2002 e 2003. Para evitar uma nova pandemia, a Organização Mundial de Saúde criou um comitê de emergência para tentar barrar a disseminação do vírus.

Países como Japão, Tailândia e Coreia do Sul já foram atingidos. Os governos do Reino Unido, Austrália, Rússia, Cingapura e Turquia adotaram medidas em aeroportos e regiões de fronteira para identificar casos suspeitos de coronavírus.O Brasil, por enquanto, segue livre, mas com a globalização e o fluxo intenso de pessoas entre todas as partes do mundo, o melhor é seguir algumas recomendações básicas, como lavar as mãos com frequência e fazer uso do álcool gel.