Cidadeverde.com

PF monitora presença de milícias no Piauí

Notícia publicada ontem no jornal O Estado chama atenção para um problema extremamente preocupante que vem se alastrando no Brasil. A presença de milícias formadas por policiais militares atuando como grupos de extermínio ou fazendo segurança privada põe em xeque a autoridade do Estado e deixa a população apavorada à mercê da violência desses grupos.

Ainda segundo o jornal O Estado, a Polícia Federal  passou a monitorar os milicianos em todo o país e preparou um mapa no qual 18 estados brasileiros aparecem com a presença da milícia, entre eles o Piauí. No final do ano passado, as polícias civil e militar do Piauí prenderam 16 pessoas acusadas de roubo de carga, extorsão, tráfico de drogas e comércio ilegal de arma. A maioria era de policiais e ex-policiais.

É mais uma ameaça à segurança da população, partindo justamente de quem é pago com o dinheiro público para protegê-la, e um desafio ainda maior para a polícia que tem de cortar na própria carne, prendendo e denunciando colegas de farda que se desviaram da missão para tornarem-se bandidos. O mal precisa ser cortado pela raiz antes que atinja as proporções alcançadas no Rio de Janeiro, onde a situação está praticamente fora de controle.