Cidadeverde.com

Preço dos combustíveis é tema do Fórum dos Governadores em Brasília

Três temas de extrema relevância para o Piauí estão sendo discutidos hoje em Brasília durante o VIII Fórum dos Governadores do Brasil.  A segurança pública, o preço dos combustíveis e o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação foram os assuntos mais debatidos aqui no Estado nos últimos dias.

Vamos por partes. Não há um dia sequer sem registro de crimes, sejam feminicídios, assaltos a mão armada ou latrocínios no Piauí. Os casos estão tão frequentes que o medo da população é que eles sejam banalizados e já não chamem mais a atenção como antes. Os bandidos estão agindo livremente como se vivessem em um território sem lei. Muitas vezes, nem se dão ao trabalho de cobrir o rosto. Chegam, levam tudo o que podem e, em alguns casos, só de maldade, ainda atiram nas vítimas, como aconteceu com o funcionário da lanchonete Lili Doces e com o cliente da pizzaria no bairro Macaúba, apenas para ficar nos exemplos mais recentes.

O preço dos combustíveis também vem jogando gasolina na fogueira da discussão sobre a alíquota do ICMS cobrada no Piauí. Nas refinarias, o preço vem passando por quedas sucessivas, mas elas não chegam às bombas, para tristeza dos consumidores. O Presidente da República, em um rasgo de demagogia, chegou a propor que os governadores zerassem o imposto, o que é totalmente inviável, já que os gestores dos estados não podem simplesmente abrir mão de uma receita importante. Mas é verdade também que a alíquota cobrada não precisa ser tão alta, como no caso do Piauí, onde 30% do que o consumidor paga pela gasolina é imposto. É possível reduzir um pouco a alíquota para que possamos pagar um valor razoável.

E, por fim, mas não menos importante, está a questão da educação. As aulas da rede estadual de ensino, que deveriam ter iniciado ontem, ainda não começaram por causa de uma greve dos professores, que reclamam melhores salários, valorização e dignidade. Não se faz um país ou estado sem educação de qualidade e não se faz educação de qualidade sem professores capacitados, motivados e bem remunerados.