Cidadeverde.com

Campanha da Fraternidade é inspirada na Santa Dulce dos Pobres

Lançada oficialmente ontem pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, a CNBB, a Arquidiocese de Teresina apresenta hoje a Campanha da Fraternidade 2020. Este ano, a Igreja traz como tema: "Fraternidade e Vida: dom e compromisso" e como lema: "Viu, sentiu compaixão e cuidou dele." O cartaz faz uma homenagem à Santa Dulce dos Pobres, a primeira santa brasileira, cuja solenidade de canonização aconteceu no dia 13 de outubro do ano passado.

A Campanha é uma exortação à prática da caridade, do amor serviço, aquele que se importa com os outros , que cuida e se preocupa com ele. Por isso, a imagem da Santa Dulce ilustra o cartaz, que tem ao fundo o cenário do Pelourinho, na Bahia. Santa Dulce é reconhecida como a pequena mulher que se agigantou no cuidado com os mais pobres e necessitados, alimentando-os e proporcionando-lhes cuidados médicos. 

A Campanha da Fraternidade, que vai até o dia 5 de abril - Domingo de Ramos , acontece justamente no período da Quaresma, os quarenta dias que antecedem o Domingo de Páscoa e que, segundo a Igreja Católica, deve ser vivido como um tempo de conversão. Agora em 2020, o que a Igreja pede é que os fiéis se preocupem uns com os outros, dando-lhes assistência e cuidados, não só materiais, mas também espirituais. É também uma alusão à parábola do Bom Samaritano, narrado em Lucas 10 : 25-37. Um homem é assaltado e espancado e não desperta a compaixão do sacerdote e do levita, que passam por ele com indiferença, mas comove o coração do samaritano, que cuida e ampara o homem caído. O texto de Lucas diz que o samaritano é exemplo daquele que vai entrar no Reino dos Céus.