Cidadeverde.com

Vistoria do MP constata falta de profissionais e equipamentos no IDTNP

.

O Núcleo do Ministério Público que acompanha as ações de combate à Covid-19 no Piauí realizou ontem uma vistoria no Instituto de Doenças Tropicais Nathan Portela – hospital de referência no Estado para tratamento da doença – a fim de checar as condições de funcionamento do lugar. A visita foi comandada por um médico e um engenheiro que prestam serviço ao Ministério Público, além de representantes do Tribunal de Contas do Estado e do Conselho Regional de Enfermagem.

Uma das maiores dificuldades relatadas pelo próprio diretor do Hospital, médico José Noronha Júnior, é a falta de profissionais de saúde e de equipamentos suficientes para atender a demanda crescente por pacientes da Covid-19. Dr. Noronha relatou que o Hospital dispõe de 17 leitos de UTI, e 67 leitos clínicos, sendo 12 deles destinados a pacientes que se infectaram com o novo coronavírus. Mas ele adiantou que já está sendo providenciada a implantação de mais dez leitos.

O problema é que com o aumento do número de leitos aumenta também a necessidade de mais profissionais da área da saúde para prestar atendimento médico, bem como equipamentos e medicamentos. O Estado está com dificuldades para comprar os sedativos necessários para entubar o paciente, em função da escassez no mercado nacional.

A equipe de inspeção também constatou que o prédio, construído em 1972, precisa de alguns reparos e melhorias. Parte dessas adaptações já está sendo feita.