Cidadeverde.com

Pesquisa estuda efeitos da Covid-19 no sistema nervoso central

Como se não bastasse o alto índice de mortalidade provocado pela Covid-19, este não é o único problema que o novo conoravírus traz para os pacientes infectados. Pesquisadores estão estudando os efeitos neurológicos ocasionados em pacientes a partir do Sars-Cov2. Um grupo de estudiosos da Universidade de Brasília-UNB, com o respaldo de um pool de hospitais de ponta do Brasil, como o Sírio Libanês, Albert Einstein, Emílio Ribas, Instituto de Medicina Tropical da USP e Hospital Geral de Fortaleza, está acompanhando a atuação do vírus no sistema nervoso central e seu impacto no cérebro.

Aqui na coluna, nós já publicamos uma informação repassada pelo neurocirurgião Benjamin Pessoa Vale de que 6% dos pacientes com Covid-19 podem desenvolver Acidente Vascular Cerebral - AVC. Os pesquisadores da UNB estão estudando agora pacientes que contraíram o novo coronavírus e apresentaram doenças como encefalite, mielite ( doença neurológica causada por um processo inflamatório das substâncias cinzenta e branca da medula espinhal), anosmia ( perda de olfato), AVC e Síndrome de Guillain Barré.

O que os pesquisadores pretendem descobrir é se essas doenças são provocadas pelo vírus ou se são desencadeadas por uma resposta exagerada do sistema imunológico do paciente. Para isso, o estudo vai acompanhar os pacientes durante um ano, com a coleta de material biológico e a realização de exames. Por se tratar de uma doença ainda nova, não se sabe exatamente quais os efeitos e sequelas provocados por ela. E esta é a razão da pesquisa em curso.