Cidadeverde.com

MP pede controle das polícias nas estradas que dão acesso ao litoral piauiense

A chegada do mês de julho, período em que tradicionalmente os piauienses se dirigem para o litoral piauiense, acendeu o alerta de preocupação para os gestores de saúde daquela região, preocupados com a possível aglomeração de pessoas nas praias de Luís Correia. A preocupação se acentua com o decreto do governador que determinou o ponto facultativo nesta quinta e sexta-feira, ampliando o fim de semana.

Diante desse quadro, e dos crescentes números de casos de Covid-19 no Estado, a Secretaria de Saúde de Luís Correia pediu apoio do Ministério Público do Piauí para que haja um esforço conjunto das Polícias Militar e Rodoviária Federal no controle das estradas que dão acesso ao município.

O Grupo Regional de Parnaíba sugeriu que seja feita uma fiscalização de forma mais intensa na rodovia estadual localizada entre Piracuruca e Cocal, que diminui a distância para o litoral. A proposta é exercer um controle mais rígido do fluxo de veículos e de pessoas.

O fim de semana ampliado em razão dos decretos estadual e  municipais não pode ser confundido com férias, quando as pessoas vão à praia em busca de lazer. O momento é de extrema cautela porque estamos no auge de uma pandemia, com quase 700 mortos no Estado e o registro do avanço da doença no interior do Piauí.